Tecnologia favorecendo resposta às emergências

Luis Cyrino
28 maio 2024
0
265

Tecnologia favorecendo resposta às emergências

Avanços de tecnologia como inteligência artificial (IA), integração de IoT e comunicação 5G impulsionarão a indústria do Sistema de Resposta a Emergências de Próxima Geração (NGERS).

Já não é uma questão de futuro e sim da atualidade dos avanços tecnológicos nesse campo, melhorando seus poderes preditivos, interoperabilidade e resiliência.

A fim de melhorar a resposta a situações de emergências, a concepção centrada no usuário e a integração das cidades inteligentes, irão desenvolver ainda mais o NGERS – Next Generation Emergency Response Systems.

Esses avanços estão atribuindo foco na acessibilidade, na reação orientada por dados e na utilização moral da tecnologia emergente.

De acordo com um novo relatório da MarketsandMarkets™, o tamanho do mercado do sistema de resposta a emergências de próxima geração deve crescer de US$ 2,4 bilhões em 2023 para US$ 3,3 bilhões até 2028.

Tecnologia na geração de dados rápidos e precisos

Essa nova geração de dados rápidos e cada vez mais precisos são extremamente favoráveis aos sistemas de resposta a emergências. Ao automatizar os estágios iniciais de tratamento de dados, este software coleta rapidamente informações cruciais, como a localização do usuário e a natureza da emergência.

Com isso é possível minimizar o tempo de resposta e mitigar possíveis erros humanos ou estruturais. Sua integração com serviços de localização permite a identificação precisa do paradeiro do usuário. E isso pode garantir o pronto envio dos serviços de emergência e evacuação de áreas com risco iminente.

A capacidade do software de analisar e priorizar chamadas recebidas com base na gravidade auxilia na alocação eficiente de recursos. O suporte à comunicação multicanal permite ao usuário, transmitir informações através de diversos meios, facilitando a troca abrangente de dados.

Os recursos de colaboração em tempo real permitem uma comunicação perfeita entre as equipes de resposta, promovendo uma coordenação eficaz.

Vantagens do mercado de tecnologia NGERS

Os avanços da tecnologia de dados cada vez mais rápidos e de alta precisão corroboram e muito para a segurança dos trabalhadores da indústria e canteiros de obras. Dentre elas podemos citar:

  • Diversos sistemas de segurança usam dispositivos da Internet das Coisas (IoT), como **Wearables, aparelhos inteligentes e sensores. Dispositivos para coletar dados em tempo real sobre o ambiente e as pessoas envolvidas em casos de emergência. Os gestores de riscos podem obter informações importantes a partir destes dados, o que permitirá tomar melhores decisões e lidar com a situação com rapidez e precisão.

**Wearables: o termo Wearables technology — em tradução, tecnologia vestível — descreve todas as diversas tecnologias que empregam dispositivos eletrônicos que podem ser usados como acessórios, integrados em roupas, ou ainda implantados ou tatuados no corpo ou na pele do usuário.

  • Uso de algoritmos de análise preditiva, que avaliam dados passados, elementos ambientais e outras variáveis ​​pertinentes para prever possíveis emergências ou identificar locais de alto risco.
  • Interfaces fáceis de usar e suporte para vários canais de comunicação, como texto, multimídia e voz, são recursos comuns dos sistemas da próxima geração.
  • Os sistemas de próxima geração fornecem às equipes de emergência e aos tomadores de decisão informações importantes sobre a situação em mudança, utilizando coleta e análise de dados em tempo real.

Trackfy atuando nos sistemas de respostas a emergências

No Brasil, esses novos sistemas de respostas a emergências ainda são pouco utilizados, sendo encontrados em alguns complexos industriais e canteiros de obras. E quem vem atuando de forma consistente nesse ramo de segurança é a startup da Trackfy.

Conheça as soluções da Trackfy: http://trackfyapp.com/#produtos

A empresa desenvolveu e vem aprimorando um dispositivo de aparência simples, mas de tecnologia avançada. Esse dispositivo permite reduzir em até 30% o tempo de evacuação de uma área acometida por incidente ou sinistro.

Além de proteger vidas, a eficiência na resposta também tem impacto financeiro, podendo gerar economias de até R$ 2 milhões ao evitar as consequências dessas ocorrências.

Trata-se de um micro dispositivo de monitoramento, acoplado ao capacete e ao crachá dos operários, e que emite em tempo real informações como localização, período de permanência e circulação nas áreas.

Os dados são enviados para uma plataforma na nuvem, que os analisa e fornece aos gestores um acompanhamento detalhado da situação no momento exato.

Como podemos entender, esse dispositivo faz parte das tecnologias de sistemas de resposta a emergências do tipo Wearables, citados anteriormente.

Um dispositivo inteligente acoplado ao capacete dos colaboradores que envia dados de localização em tempo real. Isso traz informações importantes de alocação de mão de obra, o que traz assertividade dos recursos nos locais exatos.

E como adicional e extremamente relevante, corrobora na segurança desses colaboradores na troca de informações sobre qualquer situação anormal durante suas atividades.

Ou seja, um dispositivo que ajuda gestores nas estratégias que contribuam na produtividade das equipes, ao mesmo tempo que traz um alto nível de segurança.

Algumas características desse dispositivo são:

  • Leve, pequeno e fácil de usar;
  • Treinamento de fácil assimilação do usuário;
  • Em caso de sinistro basta 2 cliques para acionar botão de pânico;
  • Comunicação em tempo real entre usuário e gestores;
  • Ao ser acoplado ao capacete, elimina pontos cegos nas plantas industriais.

Entenda mais sobre essa tecnologia e faça contato com a equipe Trackfy

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *