Análise de criticidade de ativos e sua influência na Manutenção

Luis Cyrino
22 nov 2021
0
217

Análise de criticidade de ativos e sua influência na Manutenção

Análise de criticidade é uma abordagem que avalia potenciais riscos e suas consequências para a produção. Ao reconhecer os ativos críticos, fica mais fácil para a equipe saber onde deve investir seus maiores esforços e investimentos, definindo estratégias de manutenção mais precisas.

Definimos a análise de criticidade como um processo de classificação dos ativos que leva em consideração seu risco potencial e as consequências de uma falha, caso aconteça.

Saber o quão crítico é o ativo é o mesmo que saber o quão indispensável ele é para a cadeia produtiva. E é por meio dessa análise de criticidade que se definem as estratégias de manutenção, já que elas indicam quais máquinas devem ser priorizadas.

Portanto, criando uma espécie de hierarquia na operação que facilita o trabalho do gestor e garante um maquinário mais disponível e confiável.

Para definir a análise de criticidade do equipamento, o método ABC é um dos mais eficientes. Ele utiliza três critérios para classificar o grau de importância de cada ativo:

  • A frequência de falhas;
  • A dificuldade de detecção da falha;
  • O impacto da falha nas operações gerais.

Conheça outros métodos de análise de criticidade de ativos neste artigo.

Os ativos com criticidade A são essenciais para a planta e devem receber todos os recursos, uma vez que não podem em hipótese alguma ter sua funcionalidade deteriorada.

Se paralisados, reduzem a capacidade produtiva de toda a operação, podendo afetar a segurança e o meio ambiente, além de comprometer a qualidade do produto final, aumentando em mais de 20% os custos com manutenção.

As máquinas com criticidade B, por sua vez, têm médio impacto. Uma falha em um desses ativos não será suficiente para arriscar a produção ou a segurança da equipe, mas ainda assim poderá interromper parcialmente a operação e aumentar os custos com manutenção de 10% a 20%.

Quanto aos ativos com criticidade C, como você já deve imaginar, não geram impactos significativos na produção quando falham.

Após fazer a análise de criticidade do equipamento e classificá-lo, é o momento de agir de acordo com essa hierarquia. As máquinas mais críticas devem ser o foco do monitoramento de condição, visto que, a fim de evitar danos maiores, é fundamental identificar falhas potenciais quando elas ainda estão em seu estágio inicial.

Para que esse monitoramento seja de fato eficaz e preciso, uma estratégia excelente para o gestor de manutenção é utilizar a tecnologia a seu favor é implementar no plano ferramentas de manutenção preditiva para acompanhar os equipamentos com alta criticidade.

Saiba mais sobre os benefícios do uso da tecnologia na gestão de ativos.

Com um software de monitoramento online como o da TRACTIAN, que prevê falhas e comportamentos anômalos nos ativos, o tempo de inatividade e os custos com manutenção são consideravelmente reduzidos, o que traz ao setor excelentes resultados como o aumento da produtividade e da lucratividade.

A importância da análise de criticidade para estratégias de manutenção

Conhecer a criticidade de cada ativo e saber onde ele se encaixa na hierarquia da planta permite que o gestor e a equipe de manutenção se concentrem primeiro no mais importante, investindo melhor seu tempo e recursos.

A seguir, a TRACTIAN te apresenta 4 dos principais benefícios da análise de criticidade para o plano de manutenção. Mas, antes, é preciso dizer que tais vantagens só são obtidas quando a classificação é bem feita, e um ótimo auxiliar para isso é a matriz de criticidade.

Por meio dela, é possível priorizar as ações de manutenção com o objetivo de garantir o funcionamento adequado e esperado do maquinário.

A relação entre desempenho organizacional e falha dos ativos influencia na tomada de decisão, nos recursos utilizados e em quais equipamentos devem receber mais atenção.

Ao fazer essa identificação, você otimiza o tempo e torna os ativos mais confiáveis e disponíveis, o que é essencial principalmente para as máquinas mais críticas e garante bons resultados para a gestão de manutenção. Confira, abaixo, as 4 principais vantagens da análise de criticidade para o setor:

1. Torna o programa de manutenção mais eficiente

É comum ver o número de tarefas pendentes superando a quantidade de tempo disponível para a equipe, e a análise de criticidade pode ajudar a resolver esse problema ao ranquear as atividades de acordo com sua prioridade.

A chave está na programação das tarefas. Além de acelerar o processo de tomada de decisões, a análise de criticidade mostra à equipe quais atividades devem ser feitas com urgência e quais podem ser agendadas para depois.

Dessa forma, a rotina do setor é melhor definida, o que impacta positivamente a produtividade da equipe. Esse fluxo de trabalho melhorado gera retorno no médio e longo prazo, podendo ser potencializado pela tecnologia.

Atualmente, existem ferramentas preditivas – como a solução da TRACTIAN – que acompanham os ativos em tempo real e enviam insights inteligentes aos manutentores, indicando o quê, onde e quando deve ser feito. Além disso, a plataforma automatiza a criação de ordens de serviço e facilita a programação da manutenção.

2. Otimiza o trabalho do setor

Conforme já dissemos, a análise de criticidade faz com que a equipe concentre seus esforços nas atividades de manutenção mais importantes para aquele momento.

Isso se mostra principalmente no planejamento de manutenções preventivas, uma vez que o gestor, ao conhecer a criticidade de seus equipamentos, consegue definir o que e quando deve ser feito com maior precisão.

Em outras palavras, a análise de criticidade auxilia na diminuição de práticas desnecessárias e aleatórias.

3. Reduz os riscos

O objetivo primário da análise de criticidade é justamente diminuir os riscos à operação, à segurança dos funcionários, ao meio ambiente e ao produto final, o que é também um desejo de qualquer empresa.

Ao identificar onde podem ocorrer falhas e analisar quais delas seriam mais prejudiciais à produção, o gestor desenvolve um olhar mais preciso para a definição de tarefas de manutenção e revisão no plano, sempre levando em consideração o bom desempenho da operação.

Dessa forma, não só os riscos se tornam menores, como os custos com manutenção são reduzidos e a competitividade do negócio é melhorada.

4. Diminui os gastos com manutenção

Investindo menos tempo e esforços na programação e execução de tarefas desnecessárias, as atividades que realmente importam recebem mais atenção e, como consequência, as falhas e paradas inesperadas são evitadas – e os custos com manutenção são significativamente reduzidos.

Por último, e não menos importante: a tecnologia

Agora que você já entendeu a importância da análise de criticidade para o plano de manutenção e para os equipamentos, relembramos que a tecnologia pode ser uma ótima aliada para potencializar as estratégias adotadas.

Após o primeiro passo, de escolha dos ativos críticos, é hora de acompanhá-los em tempo real com um software de monitoramento online.

Além de harmonizar o planejamento, o controle, o desempenho operacional e a produtividade, a solução da TRACTIAN é uma ferramenta de auxílio estratégico para a manutenção.

Isso porque através dela é possível planejar as rotinas de inspeção com ordens de serviço automatizadas e até mesmo detectar falhas potenciais.

A plataforma também permite ao gestor encontrar ferramentas relacionadas à otimização das rotinas de manutenção, visualizar melhor a árvore de ativos e os dados e ter maior controle sobre os processos.

Dessa forma, garante à equipe maior acesso a informações fundamentais à indústria, como velocidade RMS, variação de temperatura e consumo de energia estimado.

​​

Ao coletar dados em tempo real e transformá-los em insights eficientes sobre o maquinário, o sistema da TRACTIAN oferece a garantia de que os ativos mais críticos serão bem cuidados.

Como consequência disso, se garante que os riscos e falhas potenciais serão diminuídos ao máximo.

Tudo isso através de uma única ferramenta acessível e fácil de instalar.

Caso queira saber mais sobre como a tecnologia aliada à análise de criticidade de equipamentos pode potencializar sua manutenção, melhorando a confiabilidade e a disponibilidade dos ativos, converse com a TRACTIAN.

 

Escrito por: TRACTIAN – Monitoramento online

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *