Desafios da transformação digital para pequenas e médias indústrias

Luis Cyrino
11 ago 2019
0
480

Desafios da transformação digital para pequenas e médias indústrias

Toda empresa pode se beneficiar da transformação digital, mas isso não significa que toda empresa deve mudar completamente. Transformação digital significa coisas diferentes para pessoas diferentes. O caminho certo depende das necessidades e oportunidades do negócio de cada um.

De acordo com um Estudo de Transformação Digital para Pequenas e Médias Empresas dos EUA, do SMB Group, 48% das pequenas e médias empresas planejam transformar seus negócios para operar em um futuro digital.

O mesmo estudo descobriu que cerca de três quartos das empresas pesquisadas concordam que a tecnologia digital está mudando a forma como fazem negócios.

Felizmente, a transformação digital não exige que as empresas migrem todos os processos para a nuvem, nem exige que invistam milhões de dólares em uma tecnologia totalmente nova.

O que preocupa é que boa parte das pequenas e médias empresas planeja usar orçamentos atuais de TI para financiar seus esforços digitais.

Porém, as transformações digitais mais eficazes são aquelas que aproveitam a infraestrutura existente e realizam ajustes e melhorias sensatas.

As empresas podem realizar análises e pesquisas para pontuar as mudanças de transformação digital mais necessárias, elaborar um roteiro com base em um orçamento que seja razoável para os seus negócios.

O que significa transformação digital para pequenas e médias empresas?

A transformação digital é um termo genérico que inclui uma ampla variedade de objetivos. Para algumas empresas, a transformação digital significa aproveitar os recursos na nuvem.

Para outros, a inteligência artificial e aprendizado de máquina são mais importantes. Recursos aprimorados de análise e implementações da Internet das Coisas também desempenham papéis importantes.

Mas de fato, a implementação tem como foco inicial a digitalização dos processos que tratam do relacionamento da empresa com o cliente, e é por onde tudo começa e, a partir daí, desencadeia outros processos e, inevitavelmente, acaba envolvendo todas as áreas da empresa, justamente porque a empresa é um grande sistema integrado.

O objetivo da transformação digital não é levar as empresas dos processos em papel para alternativas digitalizadas avançadas e complexas.

Pelo contrário, muitos componentes da transformação digital podem ser sutis. Mas, os processos críticos que tem impacto direto na relação com o cliente são candidatos eminentes para a transformação digital.

As metas e os desafios da empresa determinam o tipo de transformação digital que deve ser adotada. Uma empresa que busca mais clientes, por exemplo, pode considerar implementar novas tecnologias para melhorar a experiência do cliente como um chatbot online, ou algo mais amplo, como as plataformas de comunicação com o cliente, que integram chatbot, telefone, e-mail, Whatsapp e mensagens, tudo em único lugar.

Uma empresa que está lutando para otimizar sua rede de parceiros, por outro lado, pode investir em mais ferramentas de análise para fazer melhores escolhas sobre remessas e fornecedores.

Como isso afeta a produção?

A digitalização do setor produtivo, parte do processo de atendimento ao cliente e chega nas máquinas do chão de fábrica, que podem se comunicar através de softwares desenvolvidos em plataformas de IOT, como por exemplo, arduinos, que se conectam a um banco de dados, e/ou diretamente a um ERP, fazendo com que as informações de fábrica que impactam no atendimento das Ordens de Produção cheguem rapidamente ao ERP, e consequentemente aos clientes.

Este processo de digitalização com inclusão de tecnologias como IOT (Internet das coisas) e Inteligência artificial, caminham para a próxima grande revolução industrial, também chamada de indústria 4.0.

Algumas empresas iniciaram este processo através da implantação do MES (Manufacturing Execution System), que integra dados das máquinas operantes no chão de fábrica com o ERP em Nuvem, através do uso de sensores conectados em um CLP. Alguns confundem este processo como sendo parte da Indústria 4.0, apesar de não ser, é um início deste processo.

Muitas empresas ainda não possuem um sistema mais completo de gestão da produção, que inclua MRP I e II, ou seja, gestão de materiais e processos. A ausência de um sistema ERP mais completo e integrado, disponibilizado em nuvem (Cloud computer) dificultará este trajeto para implementação da Transformação Digital e/ou da Indústria 4.0.

Reflexões importantes

Neste mundo digital a informação passa a ser a matéria-prima mais importante de qualquer negócio, ou seja, o sucesso do negócio dependerá da qualidade, disponibilidade e da velocidade desta matéria-prima, sem a qual, qualquer plano de transformação digital ou de Indústria 4.0 não passará de um sonho.

Tomando isso como premissa, a gestão destas informações passa a ter um peso fundamental para toda empresa que deseja se manter competitiva neste mercado e aí exatamente estamos falando de um sistema ERP mais completo, mais conectável e muito mais flexível para poder dar suporte a qualquer processo de transformação digital.

As empresas que consideram migrar para a transformação digital também devem se perguntar onde estão suas ameaças e oportunidades. Será que outras empresas concorrentes ​​do setor já fizeram movimentos em direção à transformação digital?

Os clientes começaram a exigir opções que a empresa não pode fornecer hoje? Como se comportará o consumidor do futuro e de que forma eles pretendem consumir?

Ao invés de esperar que as influências do mercado forcem as mudanças, as empresas devem buscar proativamente e gradualmente a transformação digital para ficar à frente desse processo, e novamente, tudo começa por um bom sistema ERP.

Não tenha medo da transformação digital. Se for feito corretamente, uma mudança digital pode levar ao aumento dos lucros, gerar clientes mais satisfeitos e trazer melhores perspectivas, tanto a curto como a longo prazo.

Por Osvaldo Aoki, CEO da Aoki Sistemas.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *