Indústria 4.0, o caminho a seguir

Luis Cyrino
4 nov 2018
0
486

Indústria 4.0, o caminho a seguir

Indústria 4.0, difícil quem já não tenha ouvido ou visto algo a respeito, principalmente quem vive no ramo industrial. O que sabemos é que essa nova onda vem a partir da 4ª revolução industrial, um ciclo de pensamentos sobre a interação inteligente dos processos de fabricação.

E essa chamada revolução surge com a necessidade cada vez mais evidente em produzir mais com menos mantendo a qualidade.

Para isso precisam ter um menor tempo de inatividade nas linhas de produção e cada vez mais eliminar o desperdício. Aliado a isso, conseguir produtos com menos defeitos, fato esse que gera o retrabalho, a busca é por zero defeitos.

Ao mesmo tempo em que exige a utilização de menos recursos em geral e uso mais racional da energia elétrica. E claro, para buscar a harmonia desses requisitos é que as empresas em geral, têm suas dificuldades em conseguir esse equilíbrio.

Indústria 4.0 é a solução do momento?

Mas a pergunta que fica, o modelo proposto pela indústria 4.0 é a solução para esses problemas? Afinal vivemos em meio a tantas teorias, ferramentas e metodologias que por vezes acaba é gerando conflitos do que é melhor ou mais adequado.

Pelo menos a teoria da indústria 4.0 tem muita lógica, o chão de fábrica é muito rico em informações e sempre foi assim. O que a tecnologia moderna traz consigo hoje é incrementar os meios de adquirir e utilizar essas informações em cadeia, criar um banco de dados e fazer uma análise sobre eles.

Toda decisão nas linhas de produção deve estar baseada em dados e ao negligenciar isso, as empresas estão perdendo oportunidades de melhorias em seus processos.

Ao racionalizar as informações de suas operações pode-se entender melhor as falhas de seus ativos e de como otimizar todos os seus recursos envolvidos.

Os desafios da Indústria 4.0

Acredito que os desafios são vários, primeiro seria entender de fato os conceitos da Indústria 4.0 em sua plenitude. Em seguida entender de fato como seria a implantação desses conceitos e no meio disso, entender qual a situação atual da empresa nesse contexto da indústria 4.0. Tem outros passos aliados a esses desafios e que está descrito a seguir.

Os passos da indústria 4.0

Ao adentrar o caminho de implantação da indústria 4.0, é preciso entender e aplicar alguns conceitos sobre esse planejamento. São alguns passos que seguem uma ordem lógica:

  • Conhecimento adequado sobre todos os conceitos da Indústria 4.0;
  • Estabelecer objetivos de médio e longo prazo;
  • Entender a situação atual da empresa;
  • Identificar os desvios que impactam os processos produtivos;
  • Definir, se for o caso, um projeto piloto;
  • Engajamento de todos os envolvidos na busca pelos objetivos;
  • Planejamento das ações e posterior execução, e;
  • Monitoramento dos resultados e possíveis correções.

O que se busca na realidade com todas essas novas teorias, ferramentas ou metodologia é o uso racional dos recursos disponíveis. Em processos produtivos sempre será necessário basicamente a busca por três objetivos:

  • Reduzir o tempo de inatividade dos ativos;
  • Maior qualidade e menos refugos, e;
  • Otimização dos processos de fabricação.

Conclusão

A realidade é clara para todos os mercados, a pressão cada vez maior para fazer mais com menos e com qualidade. Quem não se encaixar nessas premissas vai amargar resultados ruins por perderá espaço cada vez mais no mercado.

De a muito tempo podemos afirmar categoricamente que temos um dos grandes erros ainda cometidos na gestão dos processos de fabricação. Seria o fato de subestimar o papel importante que tem todas as informações desses processos.

E com elas, a formação de um banco de dados e a sua posterior análise para tomada de decisões. É essa interação lógica que a indústria 4.0 está racionalizando por meio desses avanços tecnológicos, uma comunicação rápida, inteligente e interativa por melhores resultados. Tudo isso para proporcionar decisões muito mais rápidas e assertivas, isso é muito bom você não acha?

 

Fonte:

https://www.ibm.com/blogs/internet-of-things

http://www.fiesp.com.br/

 

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *