Planejando a Manutenção Preventiva – Necessidades da Produção

Luis Cyrino
1 jun 2015
5
5452

Planejando a Manutenção Preventiva – Necessidades da Produção

Dando sequência as etapas do planejamento da Preventiva, nesta matéria vamos descrever a segunda etapa que trata da verificação das necessidades da Produção quanto aos problemas por eles identificados na máquina ou equipamento que se planeja parar para a manutenção Preventiva.

Reunião com Produção para verificar necessidades específicas  

Cabe a gestão da Manutenção se reunir com o pessoal da produção e entender as dificuldades que a operação da máquina e/ou equipamento vem encontrando e suas maiores necessidades de melhorias ou restaurações que melhorariam seu desempenho.

Essa forma de atuação da Manutenção é fundamental para estreitar as relações com a área da Produção pois ninguém melhor que os operadores para elencar os problemas que interferem no dia a dia da produção e isso é muito simples de acontecer, basta vontade das partes de criar esse elo de informações que ao final será benéfico para todos.

Como podemos criar esse elo de informações?

Uma forma bem simples seria criar uma planilha em Excel (figura 1) salva numa pasta pública na rede da empresa ou numa pasta da própria área da Produção. Todos os problemas que de alguma maneira interferem na produção seriam relatados nesta pasta.

Problemas tais como dificuldades de ajustes, variações de velocidade, recursos limitados por falta de alguns itens da máquina entre outros. Também pode ser usado nessa planilha para elencar algumas sugestões de melhorias ou modificações que possam elevar o rendimento da máquina ou equipamento.

relato-de-problemas

Tudo isso ajuda no comprometimento das equipes de Manutenção e Produção no sentido de manter ou até elevar a produtividade e a confiabilidade dos seus ativos, uma necessidade latente no meio empresarial.

Outra forma de criar esse elo de informações e também bastante usual é de informar ao PCM (Planejamento e Controle da Manutenção) através das OS (ordem de serviço) ou SM (solicitação de manutenção). Nesse documento seria informado um eventual problema ou sugestão de melhoria para ser futuramente solucionado onde essa solicitação será registrada como “pendências de manutenção” e que serão resgatadas no momento do planejamento da preventiva.

Nesse formato não se elimina a necessidade da participação da produção durante esse planejamento, esse contato das áreas envolvidas é fundamental para manter esse vínculo de comprometimento entre as partes e o resultado, acreditem, é muito melhor.

Conclusão

Muito importante ressaltar que todas essas ações por parte da Produção também valem para os manutentores ou seja, sugestões de melhorias e identificação de problemas devem ser relatados junto ao PCM ou se não tem essa área, levar ao conhecimento do Gestor para que seja igualmente registrado.

Com certeza o exposto acima traz resultados significativos para todas as áreas e reflete diretamente nos resultados de produtividade e confiabilidade das máquinas e equipamentos e também ajuda para elevar a moral, o comprometimento e a motivação das equipes envolvidas.

Na próxima publicação sobre o tema Manutenção Preventiva falaremos sobre a 3ª etapa que trata da descrição do plano de ações. Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

5 respostas para “Planejando a Manutenção Preventiva – Necessidades da Produção”

  1. Vicente de Paula disse:

    A interação entre manutenção e operação é de fundamental importância para preservação dos ativos além de contribuir para um bom ambiente de trabalho. As observações dos operadores devem ser avaliadas dando o retorno a cada uma e jamais devem ser negligenciadas.

  2. Jamais pode-se realizar um planejamento de manutenção sem que os operadores, mecânicos, e gestores estejam envolvidos. É de fundamental importância que se tenha a manutenção como uma necessidade em que todos estejam bem interados oque trará para a empresa muinto ganho de eficiência.

  3. Benedito Campos disse:

    Ninguem melhor para diagnosticar falha nos equipamentos que os operadores, eles percebem qualquer anomalia pelo funcionamento do equipamento.

  4. Custódio disse:

    Par uma eficiência na atuação da equipe de manutenção preventiva é imprescindível que se tenha uma sinergia entre gestor x operador x manutenção, e que o papel de cada um no processo esteja bem claro, para que objetivo de alcançar o índice de quebra ZERO e de paradas para corretivas não programadas seja uma meta de trabalho da equipe para atingir o sucesso do programa de preventiva.

  5. Ricardo disse:

    Tudo que foi abordado de fato é muito interessante. Tive a oportunidade de desenvolver no TCC a importância das ferramentas da qualidade na busca de maior disponibilidade dos equipamentos aonde aplicamos parte dos métodos aqui discutidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *