Melhoria na Gestão de Manutenção

Luis Cyrino
9 set 2018
2
368

Melhoria na Gestão de Manutenção

Melhoria contínua, conceito que mudou segundo a nova versão da ISO 9001:2015 em seu capítulo 10, a norma agora se refere somente como “Melhoria”.  É uma versão de conceito mais abrangente do que a melhoria contínua, determinando agora a possibilidade de a Organização aplicar no seu SGQ outros tipos de melhoria.

A norma traz o entendimento que diferentes tipos de melhoria e inovação podem ser considerados. A melhoria em suma é a capacidade de partes de uma Organização atuar a partir de uma visão interna.

Ou seja, uma visão abrangente do sistema de gestão, seus processos, dos recursos, de seus colaboradores e uma visão de sua relação no qual está inserido. Ambiente esse ligado diretamente a interação com as partes interessadas internas e externas.

Gestão da Manutenção nesse contexto

Baseado na visão sobre o sistema de gestão, processos, recursos, colaboradores e ambiente onde está inserido, a Manutenção se encaixa nesse contexto.

E podemos a partir disso trabalhar na melhoria da gestão para contemplar todos os itens citados nessa visão ampla. Algumas ações de melhoria podem começar seguindo algumas linhas de atuação que veremos a seguir:

Operações de Manutenção

Para planejar e executar possíveis melhorias nas operações da manutenção, é importante definir e documentar os objetivos a partir do estado atual do setor.

Esse processo deve identificar os pontos fortes atuais e os pontos fracos sujeitos as ações de melhorias.

Nesse processo investigar diversas operações da Manutenção para entender seu nível de satisfação e qualidade. Algumas operações como:

  1. Nível de utilização de sua mão de obra disponível – gerenciamento do Backlog;
  2. Oportunidades de eliminação de atividades que não geram valor;
  3. Programação de serviços de forma a atender as reais necessidades dos ativos;
  4. Gerenciamento assertivo de sobressalentes;
  5. Fluxo de informações (ordens de serviços, gestão à vista, procedimentos, etc.);

Operações de Lubrificação

Notadamente temos índices bem elevados de falha mecânica atribuída a práticas de lubrificação ineficazes. A melhoria nesse tipo de operação é uma das formas menos dispendiosas de melhorar o tempo de atividade da manutenção.

Nesse contexto, sempre se atentar e investigar se as rotas e pontos de lubrificação estão adequados. E não esquecer de que a documentação dos serviços realizados na lubrificação é muito importante. Podemos analisar o estado atual de lubrificação através da documentação dos seguintes itens:

  1. Lubrificantes atuais em uso e avaliar se estão de acordo com plano de lubrificação;
  2. Métodos atuais de armazenamento e manuseio atualmente empregados;
  3. Implicações atuais de segurança das práticas atuais;
  4. Níveis de limpeza e assiduidade dos trabalhos executados;
  5. Sistemas atuais de distribuição automática de lubrificação;
  6. Práticas atuais de lubrificação manual;
  7. Estrutura de gerenciamento do programa de lubrificação.

Recursos da Manutenção

Com certeza temos nesse item uma das estratégias de manutenção por muitas vezes negligenciado pela gestão. A melhoria quanto aos recursos para se fazer manutenção deve ser entendida por vários pontos. Primeiro e talvez o mais relevante é quanto à qualidade e capacitação da mão de obra da equipe.

A melhoria aqui começa com processos de contratação assertivos e continua com uma capacitação constante. Na sequência e não menos importante são as ferramentas de trabalho, isso implica em qualidade e rapidez na execução das atividades.

Outro item a se destacar é o nível de sobressalentes, indispensável para atuação na correção de problemas e nas atividades preventivas e de inspeção.

Consultoria ajuda

São alguns pontos onde a gestão deve sempre ficar atenta e buscar melhorias constantes, sempre com a ideia de que toda solução começa com uma boa gestão. Uma consultoria nos processos da área de Manutenção pode ajudar e muito a melhorar seus resultados.

Comentários

2 respostas para “Melhoria na Gestão de Manutenção”

  1. Carlos André Herculino de Oliveira disse:

    Luis Cyrino, boa tarde!

    Venho parabenizá-lo pela qualidade de seus artigos pois possuem um conteúdo bem interessante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *