Por que monitorar a saúde dos ativos?

Luis Cyrino
30 dez 2022
0
1642

Por que monitorar a saúde dos ativos?

Monitorar a saúde dos ativos é um dos principais objetivos da manutenção preditiva para saber a real condição das máquinas e detectar falhas em estágio inicial.

Esse acompanhamento seria muito mais simples se as máquinas, assim como nossos corpos, nos alertassem quando algo no funcionamento não está certo. E por mais que a gente possa pensar que não, os equipamentos emitem, sim, informações sobre a saúde deles o tempo todo — só precisam que alguém os escute.

Como monitorar a saúde do meu ativo?

Para garantir o bom funcionamento das máquinas, uma checagem diária deve ser feita – assim como nós precisamos monitorar nossa saúde frequentemente.

Sensores acoplados aos ativos, aliados à tecnologia IoT, já são capazes de prever falhas mecânicas e elétricas, eliminando as manutenções corretivas de emergência. Com diferentes tipos de sensor, é possível acompanhar indicadores de vibração, horímetro, temperatura, corrente, consumo de energia e tensão.

Quando aliados a um software de gestão da manutenção, fica ainda mais fácil. Plataformas atuais já permitem automatizar e gerenciar Ordens de Serviço e planejar reparos assertivamente, dando fim às rotas periódicas.

Ordem de serviço: do tradicional à automação

Assim, o tempo de vida útil dos equipamentos aumenta e as máquinas se tornam mais confiáveis. Com o monitoramento online, é possível coletar dados automaticamente e em tempo real – sem perder tempo para emitir alertas de possíveis falhas e dar à equipe um panorama completo da saúde do ativo.

Como os sensores inteligentes facilitam o monitoramento?

Sensores inteligentes, como o SmartTrac, da TRACTIAN, são capazes de facilitar o diagnóstico da equipe sobre o ativo desde a sua instalação. Eles são acoplados à máquina, o que faz com que os dados sejam coletados em tempo real, sem exigir deslocamento, tempo ou esforço dos colaboradores.

Ao recebê-los em sua empresa, basta plugá-los em todos os ativos que serão monitorados, por meio da base magnética do sensor. Além disso, eles têm rede própria, então não dependem do Wi-Fi industrial.

O primeiro alerta emitido pela plataforma de Inteligência Artificial é o Relatório Inicial de Saúde. Essencialmente, é um relatório de entrada enviado à plataforma logo que o sensor é instalado.

Ele disponibiliza, desde o início, impressões sobre a saúde do ativo: se está com sinais de falha ou não, se as métricas estão dentro do esperado.

Manutenção preditiva offline e online: qual escolher?

É por isso que o diagnóstico da saúde do ativo é fundamental. Ter o apoio de uma plataforma como a da TRACTIAN facilita muito esse processo.

Por exemplo, ao acessar a plataforma pela primeira vez, o gestor de manutenção só precisa inserir os dados de cada ativo e iniciar o processo de aprendizado dos sensores. Em seguida, já pode começar a monitorar suas máquinas pelo computador, Tablet ou celular, de forma 100% remota e prática.

Ela envia alertas precisos e em tempo real para que as equipes de manutenção resolvam problemas em tempo recorde e ajam antes que a falha aconteça.

Agora você já entendeu o quão importante é o monitoramento constante dos ativos, né? Aplique seu conhecimento na prática e evite falhas nas suas máquinas.

Fale com um especialista da TRACTIAN ou agende uma demonstração.

 

Escrito por: TRACTIAN – Monitoramento online

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *