Qual graxa usar em rolamentos de alta rotação?

Luis Cyrino
30 out 2016
4
5913

Qual graxa devo usar em rolamentos de alta rotação?

Estudo de caso:

Em uma empresa que fabrica escovas de diversos tipos é possível encontrar equipamentos como Entufadeiras (máquinas que inserem cerdas em escovas para várias finalidades de limpeza e higiene).

Elas se constituem de cabeçotes com rolamentos que giram em altas rotações. Além de velocidade elevada, apresentam ainda níveis de vibração durante a operação.

Em uma dada empresa do segmento, as trocas de rolamentos eram constantes, obrigando o procedimento de se manter ativa a manutenção nos fins de semana, gerando altos custos de mão de obra.

Dezenas de rolamentos eram trocados semanalmente e os custos de reposição também eram elevados, principalmente considerando-se o alto custo destes rolamentos especiais.

Em atendimento ao cliente, sugeriu-se o uso de uma graxa para rolamento  adequada e o resultado foi surpreendente, aumentando consideravelmente a vida útil dos rolamentos e definitivamente desativando a manutenção nos finais de semana.

Analisada a rotação e calculando-se o fator DN do rolamento (média dos diâmetros x RPM), foi sugerida a Graxa MOLYKOTE BG 20, sintética para alta temperatura, alta rotação e ainda pela capacidade de absorver vibrações.

Com a aplicação de uma reduzida quantidade do lubrificante, devidamente calculada, chegou-se a uma economia extremamente considerável, não só no reduzido consumo de rolamentos, bem como a redução de mão de obra aplicada, levando em consideração ainda, a produção mais eficiente sem paradas.

Muitos equipamentos industriais passam por problemas semelhantes. Com ou sem presença de vibração, de temperatura e de carga elevada. Podemos citar como exemplo: rolamentos dos equipamentos tipo Passadores e “Open End” de diversas marcas, comuns no setor de fiação da indústria têxtil, rolamentos de motores elétricos, entre outras aplicações. Além disso, existem outros casos semelhantes com variações de influências pertinentes nos mais diversos segmentos industriais, inclusive ambientes agressivos.

Se houver dúvidas em lubrificação para a sua planta fabril, contate a Lumobras Lubrificantes Industriais:

 www.lumobras.com.br

Comentários

4 respostas para “Qual graxa usar em rolamentos de alta rotação?”

  1. Cassiano Emilio Winsche disse:

    Bom dia tem bons lubrificantes da marca Iorga custo beneficio e qualidade do produto !
    Graxa liquidas e de spray de ótima qualidade !

  2. Weber disse:

    Olá, será q poderia me dizer quais graxas eu poderia usar em substituição da Kluber Lubrification , a Isoflex LDS special A? Ou onde eu poderia encontrar uma tabela assim?

    • Luis Cyrino disse:

      Olá Weber, tudo beleza? Essa matéria é do nosso parceiro da Lumobras e tem um link no final da matéria que você pode resolver essa sua questão. De qualquer maneira pesquisei um pouco sobre equivalências das graxas e enviei no seu e-mail uma tabela para você dar uma olhada. Tem uma graxa, a Mobil 22 que acredito ser uma equivalente ou vi em outro local a graxa Rocol UN 2 que também me parece equivalente. De qualquer maneira isso deve ter um aval desses fornecedores sobre as graxas que você poderia usar no lugar dessa ISOFLEX LDS. Espero ter ajudado de alguma maneira.

      Luis

  3. Valter Torres disse:

    Lubrificantes de diferentes fabricantes têm diferentes composições, por esse tipo de situação é recomendável avaliar os dados exatos da aplicação. Um ponto muito importante é o fator de rotação (diâmetro médio do rolamento x a rotação) Essa informação está disponível para cada graxa, nos principais fabricantes. Por este motivo não indicamos atuar com tabelas de similares para lubrificantes especiais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *