Realidade aumentada – RA

Luis Cyrino
5 jul 2022
0
368

Realidade aumentada – RA

Realidade Aumentada – RA caracteriza-se por introduzir objetos virtuais como imagens, gráficos e textos em um cenário real físico, mostrados ao usuário em tempo real. Utilizando-se de algum dispositivo tecnológico para efetuar a exibição e manipulação dos itens reais e virtuais.

É uma tecnologia adequada para dispositivos móveis e desktops e o que a torna especial é o fato de oferecer a possibilidade de refletir componentes digitais no mundo real.

A realidade aumentada (RA) vem ganhando espaço ultimamente num amplo segmento de indústrias e aplicações, como setor automotivo, aeroespacial, área médica e eletrônica. A RA excede as necessidades operacionais e oferece benefícios tangíveis, como treinamento eficaz e rastreabilidade.

A Realidade Aumentada sempre acaba se associando a chamada Realidade Virtual – RV, termos importantes em um mundo cada vez mais digital.

Mas não podemos confundir esses dois temos pois são duas tecnologias diferentes. De uma maneira bem simples de entendimento, a realidade Virtual como o próprio nome diz, cria um mundo virtual onde o ser humano é inserido num ambiente 3D, criados por computador.

Já a Realidade Aumentada cria um ambiente virtual também, mas inserido num ambiente real e sobreposto. Uma imersão que pode combinar elementos de computador com o mundo real (físico).

Benefícios da Realidade Aumentada

Um dos grandes benefícios da realidade aumentada está na maneira como pode interpretar, manipular e aprimorar a visão do mundo físico em tempo real. Além disso também tem como vantagens:

⦁ Permitir a aprendizagem individualizada e melhor o processo dessa aprendizagem.
⦁ Oferecer uma ampla gama de aplicativos que estão sendo continuamente aprimorados.
⦁ A tecnologia torna possível aumentar a precisão e a eficiência.
⦁ Experiência e/ou conhecimento que podem ser compartilhados a longas distâncias.

Sistemas de exibição da RA

Ao combinar o mundo real e virtual, duas opções básicas de exibição da RA estão disponíveis: tecnologia óptica e de vídeo. Cada um deles possui algumas compensações dependendo de fatores como resolução, flexibilidade, campo de visão, estratégias de registro, entre outros.

Baseada nessas duas opções de combinação, seu desenvolvimento se dá com o uso de um sistema de exibição, os quais são divididos em quatro grupos: visão ótica direta, visão ótica direta por vídeo, visão por vídeo baseado em monitor e visão ótica por projeção.

Realidade aumentada na Indústria e Manutenção

Essa tecnologia tem um grande potencial para reduzir significativamente a dependência de manuais técnicos e procedimentos físicos. E também melhorar a produtividade ao mesmo tempo, sobrepondo informações relevantes no campo de visão de um trabalhador durante a manutenção ou outras atividades.

Sistemas de RA suficientemente avançados podem não apenas entender o contexto para mostrar as informações corretas, mas também ajudar a identificar componentes e fluxos de trabalho. A indústria em geral e a manutenção por exemplo, podem implantar a realidade Aumentada – RA de várias maneiras.

A primeira possibilidade é treinar novos colaboradores ou até mesmo orientar profissionais mais experientes em diversos fluxos de trabalho ou como realizar manutenções de rotina. A RA pode corroborar para que seus usuários consigam uma qualificação mais rápida e ajuda na padronização de certas atividades.

Outra e importante forma de uso da RA é a transferência de conhecimento, particularmente no campo. A demanda por esse tipo de aplicativo de RA cresceu em parte devido à escassez ou ausência no campo de especialistas qualificados.

Com a tecnologia RA, no entanto, esses especialistas podem ver exatamente o que os engenheiros e técnicos de campo locais veem e colaborar com eles de longe.

Com base nessa possibilidade de comunicação e visualização remota, o uso da RA se mostra promissora para melhorar processos e layout de máquinas e equipamentos.

Usando essa tecnologia é possível inserir um ativo virtual no layout fabril real para verificar se ele caberá no espaço alocado. Isso evita desperdício de tempo e dinheiro para sua possível aquisição e/ou instalação.

Outra possibilidade nesse método é se inserir numa célula de produção proposta para ver como robôs irão interagir com outras máquinas, colaboradores e seus arredores.

Novos produtos e controle de qualidade

O desenvolvimento de novos produtos demanda muito trabalho na sua concepção e na fabricação de protótipos, o que pode demandar bastante tempo e recursos. Com a RA, os engenheiros podem criar sobreposições digitais para ver como serão os recursos ao lado dos objetos no mundo real.

A RA fornece visibilidade do produto final durante toda a fase de projeto, para que você possa fazer alterações e melhorias a um custo menor.

Embora a interação humana ainda seja necessária na inspeção visual de um produto, a RA pode melhorar o processo, fornecendo acesso rápido às informações.

Um técnico de controle de qualidade usando óculos RA pode obter rapidamente detalhes sobre componentes e especificações defeituosos do produto, reduzindo o tempo necessário para a inspeção visual.

Conclusão

Implementar a Realidade Aumentada – RA geralmente é mais difícil do que implementar a Realidade Virtual – RV. Isso porque um sistema RA precisa de um mecanismo para determinar onde os elementos estão no mundo real para que possa sobrepor os elementos virtuais com precisão.

Estamos num momento onde as possibilidades no uso de tecnologias para melhorar todo tipo de processo são infindáveis.

A Realidade Aumenta é uma delas e só tem crescido sua utilização por fornecer possibilidades de juntar a realidade e o mundo virtual. São muitas maneiras de fazer simulações, conectar extremos, visualização de problemas e suas soluções, etc.

O futuro da Realidade Aumentada para ambientes industriais é promissor pois com os avanços tecnológicos, ainda surgirão muitas aplicações que ainda não foram inventadas.

E mesmo a tecnologia atual de RA para aplicações industriais ainda possui um grande potencial para melhorar muito a produtividade e reduzir custos. Afinal esses recursos ainda estão sendo pouco explorados pelo universo de industrias e por diversas razões.

Possivelmente são problemas ligados a custos, falta de conhecimento e qualificação dessa tecnologia. Mas convenhamos, é uma realidade que aos poucos vai ser compreendida e de alguma maneira implementada pelas empresas. Isso porque pode garantir um grande diferencial de competividade, isso é certo.

 

Fonte:
https://www.innovae.eu/en/industry-40-augmented-and-virtual-reality/
https://sol.sbc.org.br/livros/index.php/sbc/catalog/view/66/291/540-1

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.