Técnicas preditivas e preventiva juntas

Luis Cyrino
15 nov 2017
1
1830

Técnicas e estratégias combinadas de Manutenção

Técnicas preditivas e preventiva – Nesses nossos tempos recentes, ou seja, podemos dizer que de 2.000 em diante, a função Manutenção passou a ser mais considerada no cenário global das organizações, pois o nível de adequação da estratégia de Manutenção nas empresas pode influenciar de forma significativa em seus resultados.

As prioridades competitivas das empresas de manufatura, tais como custo, qualidade e produtividade, podem ser de alguma maneira serem impactadas de forma positiva ou negativa, dependendo dessas estratégias utilizadas para a área de Manutenção.

A importância crescente das empresas de manufatura tem exigido mais articulação e estratégia na metodologia de trabalho da função Manutenção, isso se deve principalmente à maior necessidade de disponibilidade e confiabilidade das máquinas e equipamentos em geral.

Elaboração de estratégias de Manutenção

Essa fase envolve a avaliação das atividades de trabalho e definição dos parâmetros pelos quais o sucesso pretendido será medido.

Fundamental para o sucesso é identificar os ativos mais críticos e definir as estratégias de Manutenção que melhor se adequem as necessidades desses ativos.

É importante escolher a estratégia da Manutenção mais indicada para cada grupo de ativos, ou seja, cada planta industrial deve se ater às características de suas máquinas e equipamentos e entender qual o melhor caminho a seguir.

Esse processo ajuda a garantir que você faça uma manutenção adequada nas máquinas e equipamentos, no momento certo e se utilizando dos recursos adequados.

Os objetivos da estratégia certa

  • Compatibilização dos esforços de manutenção com as necessidades do negócio;
  • Redução das perdas nos processos;
  • Redução nos danos e desgastes das máquinas e equipamentos;
  • Aumento da disponibilidade e da confiabilidade desses ativos;
  • Redução dos custos totais de manutenção de uma maneira sustentável.

Uma estratégia que vem dando certo

Acredito que uma das estratégias muito utilizadas e que vem dando resultados é o dueto, preventiva e a Preditiva com todas as suas técnicas, não somente uma ou outra.

A ideia da Manutenção nesses dois modelos de atuação consegue juntas, combater com mais eficácia as paradas inesperadas, mais conhecida como Corretiva.

Essa visão das estratégias da utilização da Manutenção preventiva e preditiva juntas, acredito serem adequadas para qualquer tipo ou porte de empresa.

Claro que essa decisão é exclusiva e por razões específicas de cada empresa, podendo ter uma ou várias estratégias trabalhando juntas.

Estratégia voltada para Manutenção baseada no tempo (TBM)

Essa talvez seja a forma de Manutenção das mais difundidas e usadas hoje em dia, a Manutenção Preventiva que é baseada no tempo e que usa os dados estatísticos como fator determinante para definir os intervalos das intervenções.

É sem dúvida a que mais se aperfeiçoou em seus métodos utilizando muitas ferramentas em seu auxílio desde o seu planejamento até a sua execução e mensuração dos resultados.

Sua finalidade é reduzir a probabilidade de falha/quebra e a degradação do estado em geral de máquinas e equipamentos.

Um dos problemas de se ter bons resultados com base nos custos da Manutenção Preventiva, está na dificuldade em se determinar os intervalos de tempo.

E na dúvida, acaba-se por determinar intervalos normalmente menores que o necessário o que implica em paradas e troca de peças desnecessárias, com isso eleva-se os Custos de Manutenção preventiva.

Estratégia voltada para Manutenção baseada na condição (CBM)

Esse tipo de Manutenção permite que os equipamentos operem por mais tempo e a intervenção ocorra com base em dados e não em suposições.

Algumas empresas adotam como estratégia a Manutenção Preventiva que engloba a Manutenção Baseada no Tempo (TBM) e a Manutenção Baseada na Condição (CBM), ou seja, a Preditiva seria um ramo da Preventiva.

Manutenção Preditiva é um método aplicado na área de Manutenção com a finalidade de indicar as condições reais de funcionamento das máquinas com base em dados que informam o seu desgaste ou processo de degradação.

Visto então que a proposta da Manutenção Preditiva é fazer o monitoramento regular das condições mecânicas, eletrônicas, pneumáticas, hidráulicas e elétricas dos equipamentos e instalações e, ainda, monitorar o rendimento operacional de máquinas, equipamentos e instalações quanto a seus processos.

Como resultado desse monitoramento, observa-se um aumento dos intervalos dos reparos por quebras (Manutenção Corretiva) e dos reparos programados (Manutenção Preventiva), bem como um aumento de rendimento no processo produtivo, uma vez que máquinas e equipamentos estarão disponíveis por um tempo maior para a operação.

Portanto trata-se de uma modalidade de Manutenção que prediz o tempo de vida útil dos componentes das máquinas e equipamentos e as condições para que esse tempo de vida seja bem aproveitado.

Conclusão

Como podemos observar, hoje em dia somos “bombardeados” com inúmeros sistemas de gestão e muitas ferramentas e técnicas que sempre estão presentes entre si de alguma forma.

Portanto quando dizemos que a empresa adota uma certa estratégia para a Manutenção, pode ter certeza que sempre estarão conjugados com outras técnicas e ferramentas.

Esse dueto da Manutenção preventiva e das técnicas preditiva como estratégias em conjunto com certeza “cercam” algumas diferenças entre elas e acabam se completando e trazendo ótimos resultados.

Embora você possa selecionar uma ou outra estratégia de manutenção dentre elas, uma solução melhor seria incorporar o melhor de ambos os sistemas.

Individualmente, se você tiver uma estratégia de manutenção bom e confiável, você terá um forte conjunto de ferramentas. Combinar os dois sistemas oferece um conjunto excepcionalmente forte de ferramentas.

E você acredita nesse dueto ou tem outra opinião? Deixe seu comentário e participe com a sua visão sobre o tema.

Comentários

Uma resposta para “Técnicas preditivas e preventiva juntas”

  1. Galber disse:

    Parabéns pelas dicas, adorei a matéria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *