Tecnologia, Ciência e Engenharia

Luis Cyrino
5 fev 2024
0
758

Tecnologia, Ciência e Engenharia

Tecnologia é um conceito amplo que trata do uso e do conhecimento de ferramentas e ofícios de uma espécie, e como isso afeta a capacidade de uma espécie de controlar e se adaptar ao seu ambiente.

Na sociedade humana, é uma consequência da ciência e da engenharia, embora vários avanços tecnológicos sejam anteriores aos dois conceitos.

O termo é frequentemente usado para indicar um campo específico de tecnologia, ou para se referir à alta tecnologia ou apenas à eletrônica de consumo, em vez da tecnologia como um todo.

Bernard Stiegler, em Technics and Time, define a tecnologia de duas maneiras: como “a busca da vida por outros meios que não a vida” e como “matéria inorgânica organizada”.

Tecnologia, Ciência e Engenharia

A distinção entre ciência, engenharia e tecnologia nem sempre é clara. A ciência é a investigação ou estudo fundamentado dos fenômenos, com o objetivo de descobrir princípios duradouros entre os elementos.

Isso por meio do emprego de técnicas formais, como o método científico. As tecnologias geralmente não são produtos exclusivamente da ciência, porque têm que satisfazer requisitos como utilidade, usabilidade e segurança.

Engenharia é o processo orientado para objetivos de projetar e fabricar ferramentas e sistemas para explorar fenômenos naturais para meios humanos práticos. E muitas das vezes usando resultados e técnicas da ciência.

O desenvolvimento da tecnologia pode recorrer a muitos campos do conhecimento, incluindo o conhecimento científico, de engenharia e matemático, para alcançar algum resultado prático.

A terminologia mais essencial distingue entre invenção (descoberta), inovação (primeira aplicação comercial) e difusão (replicação e crescimento generalizados) de tecnologias.

Como um modelo conceitual simples, é apresentado o ciclo de vida da tecnologia. Neste modelo, as novas tecnologias evoluem a partir de uma fase embrionária altamente incerta, com rejeição frequente das soluções propostas.

Tecnologia e Gestão

Considerando a tecnologia como um modelo de gestão, esse formato se transforma numa vantagem competitiva. Isso porque trabalha no uso do conhecimento e prática entre ciência, engenharia e gestão empresarial (Khalil, 2001).

Esse modelo de gestão é usado para planejar, desenvolver e implementar capacidades tecnológicas. Com isso buscar o alcance dos objetivos estratégicos e operacionais de uma organização.

Esse conceito sobre Gestão e tecnologia foi elaborado a partir do workshop de 1987 do Conselho Nacional de Pesquisa (NRC) dos EUA. E nesse relatório se resume importantes contribuições para a indústria nesse modelo de gestão:

  • Como integrar a tecnologia nos objetivos estratégicos da organização;
  • Como entrar e sair das tecnologias de forma mais rápida e eficiente;
  • Como avaliar a tecnologia de forma mais eficiente;
  • Qual a melhor forma de realizar a transferência de tecnologia;
  • Como reduzir o tempo e os custos de desenvolvimento de novos produtos;
  • Como gerenciar projetos/ grandes sistemas, complexos e interdisciplinares;
  • Como gerenciar o uso interno da tecnologia pela organização;
  • Como alavancar a eficácia dos profissionais técnicos.

Tecnologia e Gestão na prática

Se olharmos para a indústria em geral, podemos enxergar nitidamente a tecnologia fazendo a diferença de gestão dos seus métodos e processos. As diversas inovações tecnológicas tem fomentado um grande diferencial competitivo nas empresas em geral. Claro que esse diferencial só acontece para aqueles que investem nesses recursos que façam a diferença. Isso fica claro quando olhamos para o relatório da NRC onde elenca como a tecnologia pode fazer a diferença.

Na prática podemos enxergar esse diferencial em vários campos de atuação da indústria, tais como:

Adaptação às novas demandas: A evolução da inovação tecnológica é constante e ficar atento à essas mudanças permite que as empresas se adaptem continuamente às novas demandas, requisitos e expectativas do mercado.

Redução de custos operacionais: É fato relevante e constatado que a adoção e implementação de inovações tecnológicas traz redução de custos operacionais.

Aumento da eficiência operacional: Como no caso dos custos, novos recursos tecnológicos trazem uma considerável eficiência operacional. E isso acontece em todas as áreas de uma organização.

Setor produtivo e de planejamento estratégico

Isso se resume a duas vertentes em ambientes produtivos onde a gestão e recursos tecnologicos fazem a diferença. No setor produtivo é implementar recursos que melhoram a eficiência operacional de máquinas e equipamentos, já citado.

E no planejamento estratégico o uso de recursos tecnológicos como “big data” na análise de dados. Isso traz mais subsídios nas decisões que precisam ser cada vez mais rápidas e assertivas.

Essas são as duas grandes áreas que se complementam no uso da gestão e tecnologia focadas em resultados. Esse correto gerenciamento fornece os meios para conectar a governança e os recursos da tecnologia com foco nos resultados de negócios.

Uma gestão focada no uso das melhores estratégias em tecnologia trazem impactos na geração de receita e na satisfação do cliente.

Como resultado, uma gestão tecnológica eficaz permite que as empresas aproveitem as tendências e inovações tecnológicas em seu benefício. Com isso obtenham uma vantagem competitiva e impulsionem seu crescimento sustentável e constante.

 

 

Fonte base:

https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/jtmc.2007.30202aaa.001/full/html

https://emeritus.org/blog/benefits-of-technology-management/

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *