Custos estimados da Preventiva

Luis Cyrino
9 abr 2016
4
5132

Previsão dos custos da Manutenção Preventiva

Dando sequência as etapas do planejamento da Preventiva, nesta matéria vamos descrever a quinta etapa que trata da mensuração da previsão dos custos dessa manutenção.

Devemos ter em conta que as empresas que investem na manutenção preventiva tendem a reduzir seus custos com a manutenção corretiva. Por consequência, aumentando a disponibilidade e confiabilidade das máquinas e equipamentos do setor produtivo.

Por que fazer essa previsão de custos?

Basicamente todas as áreas de uma empresa tem uma previsão de orçamento mensal alocadas no que chamamos de centro de custo, são despesas e custos necessários para o funcionamento dentro de suas necessidades e com a área de Manutenção não é diferente.

Por essa razão quando estamos programando uma manutenção preventiva, precisamos ter em mente um valor mais aproximado possível dos custos envolvidos nesse trabalho. Trata-se de um trabalho gerencial que precisa ser elaborado para entender se esses custos estarão dentro do orçamento ou não, se será necessária uma aprovação de um contingenciamento maior de recursos. Cada empresa trata esse assunto de formas diferentes mas sempre será necessária essa previsão de custos.

O que considerar nessa previsão?

Baseado nas ações já elencadas em uma das fases anteriores ao planejamento da manutenção preventiva fica mais fácil entender as necessidades de cada ação. A partir dessa visão podemos definir uma certa previsão de custo, devemos nos atentar nas ações que por experiência sabemos que demandam mais recursos financeiros.

Exemplos:

  1. Uma das ações se refere a revisão do motor principal que normalmente consiste na troca dos rolamentos, limpeza e descontaminação, verificação do isolamento entre outros. Um tipo de serviço feito externamente que podemos com antecedência solicitar um orçamento prévio, podendo é claro surgir variações no orçamento final.
  2. Outra ação necessária será trocar o óleo de vários redutores, nesse caso precisamos definir a quantidade de óleo necessário e seu custo por litro e então teremos uma noção de custo para essa ação.

Vale lembrar que independente de ser necessário comprar materiais ou usar do estoque o custo entra do mesmo modo na conta da Manutenção. Também entra nessa conta todo e qualquer serviço de mão de obra externa como contratação de técnicos em serviços especializados.

Ao final desse levantamento de recursos financeiros necessários para essa manutenção preventiva, verifica-se o quanto esse valor está em relação ao orçamento do período. Essa é uma decisão gerencial que só pode ser tomada quando se faz essa previsão de custos.

Conclusão

São dados importantes que fazem parte do controle da manutenção e que se bem utilizados trazem parâmetros para monitoramento das futuras manutenções e melhores previsões de orçamento para futuros períodos.

Na próxima publicação sobre o tema Manutenção Preventiva falaremos sobre a 6ª etapa que trata do “Cronograma”. Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

4 respostas para “Custos estimados da Preventiva”

  1. Walter Bastos disse:

    A conta é simples, um bom índice de manutenção preventiva reduz as corretivas, ou seja, uma programação de preventiva realizada aumenta a disposição operacional do equipamento na planta do cliente.

  2. Walter Bastos de Souza Júnior disse:

    Definir esses parâmetros é crucial para estabelecermos o budget mensal e anual da manutenção, assim teremos um referencial pra fazermos o monitoramento desses indicadores.

  3. Anderson disse:

    adoro a materia de voces muito boa mesmo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *