Gestão da Manutenção: dicas para aumentar produtividade da sua indústria

Luis Cyrino
28 abr 2022
0
244

Gestão da Manutenção: dicas para aumentar produtividade da sua indústria

Uma boa gestão da manutenção contempla aumento de produtividade, corte de gastos, aumento de lucros e autonomia para os funcionários.  Ela está diretamente ligada ao desempenho e produtividade de uma planta industrial. Afinal, lida com o bom funcionamento dos processos que fazem parte do dia a dia da organização.

Existe uma série de ações estratégicas para obter maior eficiência, evitar paradas na produção e aumentar a confiabilidade dos ativos. Pensando nisso, elencamos cinco passos para ajudar você a garantir uma gestão de manutenção mais produtiva. Boa leitura!

  1. Defina um plano de manutenção

Para uma gestão da manutenção produtiva, o primeiro passo é desenvolver um bom plano de manutenção. Além das estratégias anuais, é importante estabelecer também planos mensais, com o maior detalhamento de ações possível.

Saiba mais sobre planos de manutenção, abordagens e como escolher a melhor abordagem para a sua empresa

Para elaborar um bom plano de manutenção, você deve, primeiro, reunir informações que ajudem a entender como funciona sua planta e cada um dos ativos para identificar as máquinas mais críticas, e que precisarão de maior prioridade na manutenção.

Depois de designar quais são os setores e ativos mais críticos especificamente para aquela operação e os responsáveis por cada um deles, é hora de saber mais sobre alternativas de técnicas de gestão, métricas e ferramentas de apoio. Considere custos, impactos de curto e longo prazo, tempo de implementação, entre outros.

Por último, é importante treinar e capacitar as equipes envolvidas, planejar metas, adquirir ferramentas e alocar pessoas e recursos para cada área. Assim será possível garantir mais eficiência e assertividade no trabalho do seu time de manutenção.

  1. Revise os fluxos de trabalho

Como vimos no primeiro passo da elaboração do plano de manutenção, saber em detalhes o que acontece nos fluxos de trabalho de uma planta é essencial para garantir uma gestão eficiente e produtiva no setor.

A maneira mais prática de fazer isso é por meio de algumas perguntas, que se dividem em âmbitos: pessoas, processos e ativos.

Assim, é possível entender melhor a condição das máquinas, as técnicas e tecnologias já aplicadas naquela planta, métricas e dores daquela operação, o funcionamento da equipe e a liderança do gestor, entre outros.

Confira abaixo as perguntas essenciais para entender os fluxos de trabalho:

  1. Use a tecnologia a seu favor

Com o mapeamento e revisão dos fluxos de trabalho feitos, é hora de apostar em uma das maiores aliadas das equipes de manutenção: a tecnologia.

Quando a questão é otimizar o trabalho das equipes de manutenção e auxiliar na produtividade da empresa, uma ótima alternativa são os sensores IoT (Internet of Things), que fazem o monitoramento dos ativos.

O sensor Smart Trac da TRACTIAN,  por exemplo, coleta dados de vibração, temperatura, horímetro e consumo de energia para fazer o monitoramento dos ativos de forma completamente remota e em tempo real.

Os dados então são enviados a uma plataforma que reúne tudo em um único lugar, permitindo uma visibilidade maior da saúde do equipamento e contato contínuo dos gestores com as máquinas.

Insights e alertas são enviados à equipe de manutenção, uma ferramenta essencial para antecipar falhas e evitar paradas repentinas — assim, aumentam a produtividade, agilidade nos processos e qualidade dos reparos.

A plataforma da TRACTIAN se alia aos sensores de rápida implantação e conta com uma interface que, além de intuitiva, fornece informações indispensáveis dos ativos todos os dias da semana, 24 horas por dia.


  1. Acompanhe as métricas

Depois que os dados são coletados e analisados, é essencial metrificar e analisar os resultados da manutenção. Use os números para rastrear o status de um processo específico, como vai o desempenho das máquinas de diferentes áreas da planta industrial, entre outros.

O uso de KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores Chave de Performance, em português) ajuda a mensurar resultados, além de monitorar e analisar a produtividade de uma planta industrial.

Entenda a importância das métricas na manutenção industrial

  1. Invista sempre em melhorias

Com o avanço da tecnologia, as revoluções da Indústria 4.0 se aproximam cada vez mais do dia a dia das indústrias. A partir dela, é possível otimizar processos e melhorar a rotina das equipes de todos os setores.

Na manutenção, não é diferente. Os softwares de gestão da manutenção têm ganhado cada vez mais espaço, automatizando operações e facilitando a rotina dos mantenedores. Uma das alternativas nesse setor é o CMMS TracOS™, da TRACTIAN.

Além dos sensores e da plataforma mencionados anteriormente, o TracOS™ também é uma ferramenta criada para facilitar o dia a dia dos mantenedores e ajudar a torná-los os melhores da categoria.

Com o CMMS, é possível evitar pilhas de papéis que se acumulam nas idas e vindas de setores e automatizar Ordens de Serviço — designar responsáveis, acompanhar os status delas em tempo real, criar calendários personalizados, entre muitas outras funcionalidades.

Agora você já sabe os principais passos para garantir uma gestão de manutenção mais produtiva. Entre em contato com um especialista da TRACTIAN e agende uma demonstração.

 

Escrito por: TRACTIAN – Monitoramento online

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *