Manutenção em shopping centers

Luis Cyrino
16 mar 2022
2
372

Manutenção em shopping centers: estrutura, áreas fundamentais e vantagens

Manutenção em shopping centers é um assunto sério: se acontece uma pane no sistema de refrigeração em uma praça de alimentação na hora do almoço, por exemplo, a lucratividade da empresa é fortemente afetada. A falta de manutenção periódica com certeza é uma possível causa desse cenário.

Com 601 estabelecimentos e R$128 bilhões faturados anualmente — segundo a ABRASCE (Associação Brasileira de Shopping Centers) — o Brasil tem um importante setor econômico composto por shopping centers.

Uma boa gestão de manutenção, portanto, é fundamental para o funcionamento ideal desses ambientes — além de garantir harmonia dos equipamentos, impacta na satisfação dos clientes e redução de gastos.

Estrutura da manutenção em shopping centers

Tocamos anteriormente no assunto da manutenção periódica. As checagens recorrentes dos equipamentos e instalações são necessárias para manter a segurança e bom funcionamento dos shoppings, pois asseguram estruturas conservadas e, consequentemente, satisfação dos clientes.

Ter uma rotina de manutenção concretizada evita quebras dos ativos, aumenta a disponibilidade dos equipamentos e otimiza o funcionamento interno da empresa. Algumas estratégias, no entanto, são essenciais quando o plano é criar uma boa gestão.

Da administração à execução de tarefas simples, todas as partes da engrenagem devem ser otimizadas para estruturar o plano de manutenção.

Na prática, é necessário desenvolver um mapeamento da operação e levantamento da infraestrutura, quantidade de equipamentos, informações acerca desses maquinários e outros dados importantes para a montagem de um plano bem embasado.

Também é importante que o profissional de manutenção considere a implementação de rotinas preditivas, que antecipam falhas nos maquinários e diminuem custos de forma significativa.

Mais importante que isso, definir quais processos serão aplicados e qual será a periodicidade de iniciativas preditivas, preventivas e corretivas, além de substituições de equipamentos.

Uma relação deve ser feita acerca dos equipamentos do shopping — escadas rolantes, ventilação, ar condicionado, bombas de água, etc. Depois, o gestor deve ordenar os ativos em ordem de criticidade e necessidade de atuação no sistema operacional. Assim, definem-se prioridades das ações de manutenção para elaborar o plano.

Manutenção de shopping centers: áreas fundamentais

Os shoppings centers precisam de maior atenção em algumas áreas de grande importância. Por isso, o constante monitoramento da saúde dos ativos se torna essencial para evitar falhas. Confira, abaixo, mais informações sobre os quatro setores que demandam manutenções recorrentes:

  • Limpeza

O setor de limpeza cuida de algumas das partes mais importantes dos shoppings — as áreas comuns, como banheiros, fraldários, corredores e elevadores — e se tornou fundamental tendo em vista o atual cenário pandêmico.

Para facilitar o processo de higienização e garantir a segurança dos clientes, devem ser feitos relatórios informativos para registrar os horários em que os serviços foram realizados e eventuais falhas em móveis e equipamentos. Após a pandemia, rotinas devem ser implementadas para aumentar a frequência de desinfecção dos locais.

  • Elétrico

Fundamental para todas as áreas do estabelecimento, a rede elétrica tem papel estratégico no funcionamento do shopping. A cada seis meses, deve ser realizada a leitura da termografia dos quadros da subestação e dos pavimentos.

Além disso, rotinas de manutenção preventiva dos disjuntores e componentes da subestação devem acontecer anualmente. Estes e os demais equipamentos precisam ser gerenciados por monitoramento online e os ativos das áreas comuns devem ser analisados diariamente.

  • Hidráulico

Abastecimento de água, torneiras, vasos sanitários, coleta de esgoto — todas essas tarefas passam pelo setor hidráulico e uma pequena falha pode prejudicar toda a planta do shopping.

As bombas hidráulicas, por exemplo, precisam de muita atenção e acompanhamento em tempo real por meio da manutenção preditiva, pois podem se desgastar com o tempo e trazer sérios prejuízos.

  • Refrigeração

A refrigeração lida com a circulação de ar-condicionado nos shoppings e depende dos ativos industriais conhecidos como Chillers. Se estes não forem gerenciados de forma eficiente, pode haver sujeira nos filtros, sobrecarga, aumento do consumo de energia e diversos outros prejuízos à empresa.

Com boa manutenção, a eficiência no sistema de refrigeração aumenta, resultando em economia de energia. Além disso, aumenta a estabilidade, pois evita paradas não programadas.

Vantagens da rotina de manutenção assertiva em shoppings

São diversas as vantagens da implementação de uma rotina de manutenção eficiente nos shopping centers. Ao prevenir falhas e panes em equipamentos, a equipe garante satisfação dos clientes e evita prejuízos e gastos desnecessários à empresa.

Com o plano de manutenção, áreas do estabelecimento como instalações, segurança, atendimento e outras estejam integradas e em constante contato.

Também é fundamental que sejam contratados profissionais mais qualificados para garantir uma gestão eficaz, impactando diretamente a economia de recursos envolvidos na manutenção.

Por último, uma das maiores vantagens é evitar ao máximo falhas e imprevistos. Para atingir o grau máximo de eficiência e lucratividade, é preciso priorizar a manutenção preditiva, que consiste no monitoramento constante somado às avaliações periódicas de alguns equipamentos.

Ferramentas preditivas

Existem ferramentas preditivas que permitem aos gestores acompanhar os equipamentos em tempo real por meio de monitoramento online, prever falhas, otimizar seus processos e reduzir custos. Tais soluções possibilitam uma rotina de manutenção assertiva, pois podem diminuir em 55% o número de quebras inesperadas e em 60% os custos com manutenção.

A solução da TRACTIAN monitora diversos shoppings centers ao redor do Brasil através do sistema de predição baseado em inteligência artificial.

Com a implementação do monitoramento online, é possível prever falhas em bombas hidráulicas e outras instalações, assim garantimos que o fluxo de clientes e a experiência no estabelecimento não sejam prejudicados.

Para aumentar a produtividade e lucratividade em shoppings centers ou otimizar a manutenção da sua empresa, entre em contato com um dos especialistas da TRACTIAN ou agende uma demonstração.

Escrito por: TRACTIAN – Monitoramento online

Comentários

2 respostas para “Manutenção em shopping centers”

  1. A evolução/aplicação dos conceitos de manutenção é assunto estratégico para redução de custos, manutenção e aumentar a disponibilidade dos ativos.
    Existe uma grande diferença entre as ações preventivas de manutenção mecanica em relação a manutenção eletrica.
    Normalmente como senso comum aceita-se a imagem do iceberg com ações diretas em monitoramentos e ações nas partes mecanicas das maquinas a qual não mostra ações em eletricidade.
    Mas o que fazer para as prevenções contra falhas e quebras de equipamentos por problemas eletricos, além da termografia, além da analise de temperatura de disjuntores. Como estender o olhar para a qualificação da energia eletrica e as consequencias nos ativos por estar sendo utilizado uma energia eletrica circulante de baixa qualidade, e como corrigir esta situação que gera danos e custos enormes nos ativos.

    • Luis Cyrino disse:

      Um fato meu caro Amarildo, as falhas mecânicas tem comportamentos distintos em relação às falhas elétricas, são sinais que não são tão perceptíveis assim. Por essas e muitas outras razões precisamos de técnicas preditivas, detectivas, inspeções regulares e melhorias em sistemas elétricos em geral. Seu ponto de vista tem todo sentido e para corroborar com tudo isso precisamos de profissionais extremamente qualificados para ambas ás áreas, elétrica e mecânica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *