Giro dos estoques de Manutenção

Luis Cyrino
8 fev 2017
1
2708

Giro dos estoques Manutenção

Giro ou rotatividade dos estoques no meio logístico, é a média de entrada e saída de um item em estoque, geralmente calculada pela média de venda/saída num mesmo período do ano anterior (Dias, 1986, p. 75). A unidade que este vem expresso é o inverso da unidade de tempo, isto é, se for calculado para um ano, diz-se que o giro do estoque foi de X vezes ao ano, ou «girou» X vezes ao ano (MACHLINE, 1979, p. 223).

O controle eficiente do estoque é essencial para a empresa manter-se competitiva e cumprir adequadamente as suas atividades. Para a correta definição dos estoques, o gestor tem de considerar dois fatores:

  1. Quanto menor o estoque, menor a necessidade de capital imobilizado;
  2. Nunca deve faltar produto para venda ou saída para uso interno como no caso da Manutenção.

Para equilibrar esses dois fatores se faz necessário o uso dos sistemas de informação dos estoques em geral, quer seja para itens de venda ou para consumo interno, no qual se faz o acompanhamento e verificações constantes desses estoques. A partir dos históricos de saídas de produtos ou época do ano é possível obter uma estimativa dos estoques mínimos necessários para atender às demandas.

Outro fator importante é o prazo de entrega dos fornecedores de cada item, ou seja, quanto menores eles forem, menores também podem ser os estoques.

Cálculo do giro de estoque

Para calcular, primeiro é preciso entender o conceito de giro dos estoques. O giro dos estoques é a quantidade vendida/saída, em determinado período, do estoque mantido pela empresa.

Como nem sempre o estoque é formado por um único tipo de produto, como no caso da Manutenção por exemplo e na maioria das vezes, ele é composto por materiais diversos em tipos e tamanhos e custos variados.

Em nosso caso, como falamos de estoques de Manutenção, podemos calcular esse giro/rotatividade de estoque utilizando a quantidade ao invés do custo de compra desses itens.

Exemplo 1 (baseado em quantidade)

O estoque médio do rolamento 6.200-ZZ é de 40 peças, e a Manutenção requisita do estoque cerca de 360 rolamentos ao ano. Portanto, o giro de estoques desse item é 360 divididos por 40 = 9 giros ao ano.

Quando existem muitos produtos, é necessário ter o valor médio dos estoques a preço de compras e os valores das vendas a preço de compras.

Exemplo 2 (baseado em custo)

Baseado no exemplo acima, o estoque médio do rolamento 6.200-ZZ com preço de compra de R$ 200,00 e cujo volume de aquisição ao ano seja de R$ 1.800,00 a preço de compra. O número de giros do estoque será de R$1.800,00 divididos por R$200,00 = 9 giros ao ano.

Leitura desse cálculo

Nesses dois exemplos de cálculos, se o resultado fosse menor do que 1, teríamos uma indicação de que esse rolamento começou o ano na prateleira e ainda está lá. Agora, para saber o tempo médio (TM) de giro do estoque desse rolamento, basta dividir o número de dias em um ano (neste caso), pelo número de giros.

Cálculo: 365 dias divididos por 9 giros, igual a 40,5 dias. Portanto esse item do estoque de Manutenção “girou” seu estoque em média 9 vezes ao ano e o fez a cada 40,5 dias.

O valor resultante apresentado por este indicador, expressa a quantidade de vezes que os produtos/itens se renovaram durante o período, ou seja, se o giro de estoque for igual a 1, podemos dizer que todos os produtos/itens que estavam no estoque foram vendidos ou usados internamente e repostos durante o período, caso este valor seja 9 como em nosso exemplo, significa que a renovação dos itens ocorreu 9 vezes durante o ano, ocorrendo num período médio a cada 40,5 dias.

Conclusão

Como podemos ver nessa matéria, a gestão dos estoques de Manutenção é extremamente importante e necessária para se manter um estoque equilibrado, ou seja, não basta simplesmente cadastrar um item, determinar uma certa quantidade e pronto.

É necessário controlar esse estoque, com certeza um trabalho árduo, mas importante para assegurar as quantidades e itens realmente necessários para o dia a dia dos manutentores.

Com esse tipo de acompanhamento dos estoques, então entendemos com isso que quando temos um giro alto esse item não fica ultrapassado na prateleira, não sendo necessário muito espaço de armazenamento, facilita a negociação com seu fornecedor quanto a custo e prazos de entrega entre outros. Agora se o valor desse giro é baixo, indica que esse item fica mais tempo em estoque, ocupa mais espaço, capital de giro parado, dificuldades de negociação para obter custos melhores entre outros.

Comentários

Uma resposta para “Giro dos estoques de Manutenção”

  1. Darlan Brasil disse:

    Excelente artigo, assunto importante para o dia a dia de qualquer manutenção que tenha responsabilidade e comprometimento com o todo dentro de uma companhia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *