Estoque para Manutenção Corretiva

Luis Cyrino
13 dez 2015
2
3957

Estoque para Manutenção Corretiva 

Vimos na matéria anterior a importância de disponibilizar os manuais e diagramas, hoje falaremos de mais uma forma de amenizar o impacto dessa forma de manutenção que trata da disponibilização de um estoque de peças e materiais diversos de primeira necessidade para que a manutenção corretiva das máquinas e equipamentos sejam rápidas e eficientes, essa definição com certeza faz a diferença para combater essa situação de paradas inesperadas e demora na recolocação desses ativos em condições normais de operação.

Conceito de estoque?

Podemos definir como estoque o acúmulo de recursos de materiais diversos e conservados de forma improdutiva por um intervalo de tempo e que tem por finalidade suprir as necessidades de vários setores dentro de uma organização. Existe pelo simples fato de ter uma diferença clara entre seu fornecimento e sua demanda. Isso se torna em evidência pois se o fornecimento de qualquer item de estoque ocorresse exatamente quando o mesmo fosse consumido, então podemos concluir que esse item não precisaria ser estocado.

Estoque de Manutenção

No caso da Manutenção, o estoque é um dos fatores de alto custo de capital de giro e de armazenamento para as empresas pois é o tipo de consumo não previsível principalmente nos casos onde o principal recurso da Manutenção é trabalhar somente com a intervenção corretiva. É bem complicado você manter um item no estoque sem saber quando o mesmo será consumido, diferente dos estoques de matéria prima ou insumos de produção por exemplo, onde tudo é planejado conforme as demandas vinda da área de vendas.

Melhores práticas para a Manutenção

Se o estoque não atende as necessidades da Manutenção, vale a pena repensar alguns tópicos para tentar resolver essa situação com várias ações que sugiro a seguir:

Entender o histórico de consumo principalmente de peças e componentes sobressalentes das máquinas em geral.

Buscar por meios de dados históricos os itens mais consumidos num determinado período não inferior a seis meses, caso não tenha onde buscar esse histórico começar urgente um método de cadastro dessas informações por meio das requisições de materiais, isso pode ser feito em planilha do Excel.

Definir por meio de manuais das máquinas e equipamentos os itens sugeridos para estoque.

Buscar nos manuais das máquinas ou junto ao fabricante as peças e equipamentos sobressalentes que eles sugerem para o estoque, são itens que julgam necessários para atender as necessidades de manutenção, essa informação está sempre disponível junto a esses meios descritos.

Definir corretamente as quantidades dos itens.

Esse trabalho exige uma ótima compreensão de valor tanto financeiro do item como de prejuízo na falta do mesmo e para isso podemos usar a ferramenta de classificação ABC, essencial para definir prioridades. A partir dessa definição podemos definir as quantidades de mínimo, máximo e ponto de reposição de cada item.

Definir o melhor método de gestão do estoque.

Para que o estoque funcione perfeitamente, a gestão deve ser eficiente e manter um controle rígido nas entradas e saídas de todos os itens, fazer constante acuracidade, inventário pelo menos uma vez ao ano e correto monitoramento das solicitações de reposição.

Conclusão

Como visto, é muito importante estabelecer os itens necessários e seus volumes para que não se forme um estoque desproporcional às necessidades da Manutenção ou com itens desnecessários.

Outro item importante que devemos destacar de como conviver com a manutenção corretiva e minimizar seus efeitos, leiam no link abaixo outro tópico que fala sobre os registros das intervenções da manutenção. Vejam a matéria e entendam como é possível o adequado registro dessas intervenções auxiliarem no combate ao problema da manutenção corretiva.

Registro das intervenções – Corretiva

Comentários

2 respostas para “Estoque para Manutenção Corretiva”

  1. Gil disse:

    Parabéns pelo artigo. Nas ações mais simples é que estão os grandes ganhos de eficiência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *