Indicadores e perfil para Gestão de Facilities

Luis Cyrino
8 maio 2015
1
4449

Indicadores e perfil para Gestão de Facilities

Indicadores de desempenho para área de Facilities

Como se pode falar de satisfação, conformidade, confiabilidade, custos e Gestão de Facilities sem uso de indicadores capazes de medir seu desempenho? Alguns estudiosos formaram seus conceitos sobre esses indicadores que citamos a seguir:

Kincaid (1994) sugere o Benchmarking, uma ferramenta da administração que pode obter informações de onde estamos, como estamos e para onde vamos.

Quinello e Nicoletti (2006) sugerem alguns indicadores chave como avaliadores de desempenho, são: tamanho do espaço de trabalho, formato do espaço de trabalho, densidade de pessoas, local do espaço de trabalho, qualidade de iluminação, qualidade do ar condicionado, nível de ruído, ambiente em geral e outros. Essas métricas tabuladas como grau de importância e com pesos específicos para a satisfação gera uma referencia do desempenho da área de Facilidades.

Ho (2000) realizou um estudo e apresentados na obra de Quinello e Nicoletti (2006), um deles demonstra que em 709 empresas da região da Ásia (Austrália, Cingapura, Hong Kong, Malásia e Japão), observou-se que as métricas mais importantes para análise do desempenho de facilidades foram: custos totais anuais de facilidades, despesas totais de manutenção, custo total de limpeza em geral, custos de reformas, custos de start up, custos operacionais, gastos com limpeza e manutenção em m², total de custos de reformas, valor total de reposição de ativos e rendimento.

– Eu tenho as minhas sugestões de indicadores (mensal) para área industrial tais como:

  1. Despesas com pessoal (orçado x realizado);
  2. Despesas com materiais (orçado x realizado);
  3. Ordens de serviço (abertas x atendidas);
  4. Tempo médio de resposta às ordens de serviço;
  5. Custos totais (mão de obra e materiais).

O que se pode entender nessa situação é que existe uma enorme variedade de indicadores de desempenho que a Administração / Gestão de Facilidades poderá utilizar, bastando adaptá-las a sua realidade funcional.

O Perfil Profissional do Gestor de Facilities

Qual o perfil desejado para o Gestor de Facilidades? Seria um bom gestor de pessoas ou com ótimas habilidades técnicas? Acredito que esse profissional deverá ter ótimo relacionamento interpessoal e boas habilidades administrativas e técnicas generalistas.

Segundo Chiavenato (2004), pode-se definir em três tipos de habilidades para o Administrador ter sucesso na sua profissão, são elas:

Habilidade Técnica: utiliza conhecimentos, métodos, técnicas e equipamentos necessários para o desempenho de tarefas específicas, por meio da experiência e educação.

Habilidade Humana: consiste na capacidade e facilidade para trabalhar com pessoas, habilidade de comunicação, compreender suas atitudes e motivações e liderança de grupos de pessoas.

Habilidade Conceitual: capacidade de compreender a complexidade da organização como um todo e o ajustamento do comportamento de suas partes. Essa habilidade permite que a pessoa se comporte com os objetivos da organização total e não apenas de acordo com os objetivos e as necessidades de seu departamento ou sua equipe.

Conclusão

O que se pode garantir é que independente da organização, o Gestor de Facilidades terá uma grande responsabilidade por diversas áreas dentro do seu local de trabalho, deverá solucionar problemas, administrar recursos, desenvolver estratégias e tomada de decisões. Esse profissional como dito anteriormente deverá ser um generalista nas áreas técnicas e administrativas.

Entendo que por todas essas definições quanto à descrição das áreas de atuação e dos níveis de responsabilidades, os desafios desse profissional são grandes e do mesmo modo necessários para atender uma necessidade crescente do mercado por esse tipo de atividade, Gestão de Facilidades ou Facilities Management.

 Nas próximas publicações falaremos mais sobre a Gestão de Facilidades. Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

Uma resposta para “Indicadores e perfil para Gestão de Facilities”

  1. Em meus trabalhos realizando indicadores e relatórios gerenciais, tive a percepção que alguns itens são de muita importância para determinada empresa e em outras não, mas de forma geral o tempo de atendimento, tempo disponível e temo efetivo apliado pela equipe, check list diário, efetivo departamento de suprimentos, manutenção preventiva e preditiva efetiva são pontos comuns que contribuem para uma efetiva gestão da manutenção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *