Orçamento Estático ou Budget

Luis Cyrino
29 mar 2015
6
14314

Revendo os conceitos

Orçamento Estático – Como dito em nosso post anterior, o Planejamento Orçamentário é uma ferramenta de Gestão nas organizações, que além de necessária para tomada de decisão, evita também o mau uso dos recursos que a empresa emprega para a otimização dos seus resultados.

O Orçamento não deve ser encarado como uma função financeira, mas sim como uma ferramenta gerencial importante.

Orçamento Estático ou Budget

O orçamento Estático ou orçamento original como também é conhecido, é considerado no meio empresarial como o mais comum e utilizado pelas empresas e consiste na elaboração orçamentária a partir da fixação de um determinado volume de vendas para o exercício e, mediante essa premissa, são determinados os outros orçamentos complementares das demais atividades e setores da empresa. Normalmente o orçamento de produção parte da premissa do estimado para as vendas.

Outra premissa importante desse tipo de orçamento estático parte do princípio da não influência das tendências externas quanto ao que já foi definido no orçamento do exercício, ou seja, mesmo com alterações internas ou externas no mercado não é permitida a sua alteração durante seu processo de execução do exercício.

Sendo assim uma vez definido uma meta para determinado departamento como a área da Manutenção, por exemplo, e ocorra alguma variável importante, que se faça necessária uma alteração no planejamento orçamentário, isso não será possível.

 Vantagens do Orçamento Estático

Facilidade de planejamento

Com um orçamento estático, você trabalha com valores constantes. Isso pode facilitar seu planejamento e opções financeiras. Por exemplo, com um orçamento estático, você sempre saberá que tem determinado valor para gastar com seu departamento, assim fica mais fácil prever o que você poderá fazer entre um mês e outro.

 Visualização de tendências

Nesse tipo de orçamento somos induzidos a verificar onde nosso orçamento não está adequado durante o exercício, nesse caso temos que entender as tendências de mercado ou problemas e as variáveis internas possíveis do setor. Com o tempo, ao analisar essas tendências você poderá fazer melhores previsões e criar um orçamento mais preciso no próximo planejamento do orçamento.

Desvantagens do Orçamento Estático

Orçamento engessado

Pode ser considerada uma desvantagem do orçamento estático o fato de não ser possível qualquer tipo de alteração do orçamento original, isso determina que se o fluxo de produção ou vendas se alterar por qualquer tipo de conjuntura interna ou externa, seus valores originais seguem os mesmos até o final do exercício e isso afeta todos os departamentos que tiveram seu orçamento definido com base nesse tipo de orçamento.

Como fazer na Manutenção?

No caso da Manutenção usando esse tipo de orçamento onde o que foi elaborado não se pode mais alterar, acredito ser mais fácil de trabalhar pois sabemos o que temos e o que podemos fazer mensalmente, o mais difícil é encontrar num primeiro momento um orçamento que contemple todas as necessidades do setor pois isso dependerá e muito do tipo de gestão adotada pela empresa para a área de Manutenção. Normalmente se estabelece um valor percentual com base no faturamento da empresa e partindo dessa premissa se estabelece as despesas que podem ser globais ou por centro de custos, conforme exemplo a seguir:

Faturamento previsto da empresa – R$ 5.000.000,00 / mês;

Despesas com Manutenção (global) – 3% ou R$ 150.000,00 / mês;

** o valor global dependendo da empresa pode ser subdividido em vários centros de custos alocados por setores. No caso da Manutenção quando as despesas são alocadas por setores, ela terá um centro de custo específico para as suas próprias despesas internas.

Na próxima publicação descreveremos com detalhes o tipo de orçamento Ajustado ou Forecast e como funciona na Manutenção. Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

6 respostas para “Orçamento Estático ou Budget”

  1. Hugo Damasceno disse:

    Boa tarde! Gostei da abordagem sobre o planejamento orçamentário. Quero sugerir, se assim o permitir, que se possível seja dada maior ênfase na aplicação em Manutenção, o que seria muito interesse acredito, principalmente no meu caso. Está sendo uma aula para mim. Agradeço a oportunidade de aprendizado, e parabenizo novamente a iniciativa!

    • Luis Cyrino disse:

      Fique a vontade Hugo, comentários como esse só me ajudam a melhorar cada vez mais a qualidade de informação que quero compartilhar. Fique tranquilo que ao final das matérias sobre os conceitos dos tipos de orçamento, será destacado várias matéria exclusivas sobre a Manutenção, nosso foco nesse site.Agradeço e fico feliz que minha iniciativa esteja lhe ajudando de alguma forma, mais uma vez obrigado.

  2. Adilson Sezerino disse:

    Bom texto, aprendizado é sempre bom para continuarmos nos mantendo atualizados. Pessoalmente acredito que este tipo de aplicabilidade orçamentária seja bem específico, pois na manutenção caso não haja histórico correto da unidade e equipamentos com índices de criticidade bem definidos, é difícil manter a “máquina ” funcionando. Parabéns pela iniciativa!

  3. Walter Paulo disse:

    Uma aula sobre Orçamento, principalmente para a Manutenção. Parabéns caro Luis, espero que continue partilhando estes valiosos conhecimentos na área da Manutenção. Abraço

  4. Walter Bastos disse:

    Empresas sem planejamento estratégico não contemplam seu budget nos departamentos, é um tipo de assunto deverás importante assim como outros que envolvem o setor, porém, ao tratamos de definição de custo departamental estes têm forte impacto sobre os resultados organizacionais. Bom, o conteúdo é enriquecedor, parabéns pelo compartimento, este assunto não acaba aqui, aliás, é um assunto que não se esgota.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *