Orçamento flexível e suas definições

Luis Cyrino
31 out 2015
4
15963

Orçamento Flexível

O orçamento flexível é um conjunto de orçamentos que podem ser ajustados a qualquer nível de atividades. A base para elaboração do orçamento flexível é a perfeita distinção entre custos fixos e variáveis, sendo que os variáveis seguirão o volume de atividade, enquanto os custos fixos terão tratamento tradicional.

Um outro enfoque do orçamento flexível é não assumir nenhuma faixa de quantidades ou nível de atividade esperado, é feito apenas o orçamento dos dados unitários, e as quantidades a serem assumidas seriam as que realmente acontecem durante o período medido.

O orçamento flexível mostra os resultados esperados para vários níveis de atividade, feitos para uma vasta gama de atividade e não para um único nível de atividade. Eles fornecem uma base ativa de comparação por serem combinados com as variações de volume, por isso permitem uma comparação interligada e mais significativa.

Orçamento flexível se baseando nas vendas

Os orçamentos flexíveis são previsões de quais despesas devem ter sido geradas pelos volumes reais de vendas e de produção, podem ser ajustados de acordo com as mudanças do nível de atividade real de receitas e de custos reais. Sendo assim os orçamentos flexíveis permitem o seu ajuste, de acordo com as tendências externas e internas.

Pode-se dizer que o orçamento flexível é aquele que, uma vez elaborado, permite modificações ou ajustes de suas previsões em decorrência dos desvios observados durante a sua execução entre o que foi fixado e o que foi realizado.

Tem outros conceitos que afirmam que o orçamento flexível é aquele que oferece um modo de assimilar aumento ou reduções inesperadas de volume durante um determinado período operacional.

Vantagens do Orçamento Flexível

A possibilidade de permitir modificações mediante a alterações e / ou variações inesperadas, pode ser considerada uma grande vantagem desse tipo de orçamento em comparação com outros tipos de orçamento tais como o orçamento estático e orçamento base zero.

Outra vantagem é que o orçamento flexível mostra a relação entre custo e volume a curto prazo sendo por isso considerado altamente dinâmico porque as estimativas de despesas para qualquer volume ou ritmo de atividade podem ser rapidamente calculadas.

Desvantagens do Orçamento Flexível

Uma possível desvantagem do orçamento flexível é seu desalinhamento parcial com o fundamento do orçamento, que é prever o que acontecerá. Isso se deve ao fato de que a adoção estrita desse conceito dificulta consideravelmente a continuidade do processo orçamentário, que é representada pela projeção das demonstrações financeiras.

Outra desvantagem da aplicação do orçamento flexível é que ele não assume nenhuma faixa de quantidades ou nível de atividade esperado. Faz-se apenas o orçamento dos dados unitários, e as quantidades a serem assumidas seriam as realmente produzidas, à medida que acontece. Sendo assim a sua utilização dificulta a projeção dos demonstrativos contábeis, que seria a continuação do processo orçamentário.

Consequências na Manutenção

No caso da Manutenção como comentado na matéria anterior, o orçamento flexível tem o mesmo efeito quando se usa o orçamento Ajustado onde o que foi elaborado pode ser alterado, acredito que pode se tornar complicado de trabalhar principalmente porque esse tipo de alteração é muito comum acontecer para previsões de orçamento abaixo do que se havia estimado, ou seja, por motivos normalmente externos de mercado reduzindo as previsões de negócios. Nessa situação toda previsão de manutenção poderia sofrer alterações a não satisfazer as necessidades de pessoal, das máquinas, instalações e equipamentos em geral.

Nesse tipo de situação onde a manutenção precisa se adequar ao novo recurso estipulado pela alta gerência, entra em campo a Gestão buscando alternativas junto à equipe na busca em satisfazer as necessidades do parque fabril, na busca de melhorias e outras ações.

Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

4 respostas para “Orçamento flexível e suas definições”

  1. Boa noite, meu nome é Flavio.

    O orçamento flexível é o mesmo que orçamento de custos indiretos de fabricação?

    Aguardo respostas.

    • Luis Cyrino disse:

      Olá Flavio, tudo bem? Orçamento é uma coisa e custos são outra coisa. Todo custo interfere no orçamento e no tipo flexível ele permite que se façam ajustes no decorrer do período vigente se algo muito significativo acontecer. Via de regra o orçamento é um planejamento estratégico que não se deve alterar no período definido, normalmente anual. Todos os tipos de custos são mensurados para se elaborar um orçamento que são baseados principalmente nas receitas esperadas. Normalmente as empresas utilizam mais o tipo de orçamento estático ou budget que não permite alterações no decorrer do período vigente do mesmo, já o flexível permite ajustes que podem as vezes não ser bem utilizados, ou seja, se faz alterações por motivos que não deveriam dando margem ao “mascaramento” de problemas internos da empresa e não por motivos de mercado externo ou outras interferências importantes. Espero que tenha conseguido sanar a sua dúvida, se não me retorne.

  2. Guilherme disse:

    Luis, bom dia!
    Em minha empresa existem vários centros de custos que vamos utilizando a sua verba ao longo do ano. Essa verba é disponibilizada, a principio, pelo volume de vendas previsto. Porém, quando acaba a verba de um centro de custo x, é feito a realocação de verba de um outro centro de custo menos utilizado para esse centro de custo, sem ativação de verba extra pela administração.
    O tipo de orçamento utilizado pode ser definido como flexível com utilização conjunta do orçamento ajustado?

    • Luis Cyrino disse:

      No meio empresarial, o orçamento ajustado é uma derivação do orçamento flexível, ambos podem ser alterados em função dos níveis das vendas e em função do mercado. Agora essa prática de usar recursos de um centro de custo para “cobrir” outro não é aceitável, a ideia de flexibilização do orçamento é para que os gestores consigam entender as variáveis de cada centro de custo e corrigi-los na elaboração dos próximos orçamentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *