Planejamento dos recursos da Manutenção

Luis Cyrino
13 fev 2016
0
10367

Planejamento dos recursos da manutenções

Dando sequência às fases do Planejamento, nesta matéria falaremos sobre o planejamento dos recursos para as manutenções programadas. Basicamente podemos dizer que um planejamento dos recursos de Manutenção tem como função determinar quais os recursos físicos como pessoas, peças, componentes e materiais diversos.

Recapitulando, já falamos inicialmente da elaboração do cronograma, programação da parada e das instruções de serviço, com essas fases concluídas precisamos agora planejar os recursos para todas as ações de manutenção já definidas com as equipes.

Essa fase é muito importante para que tudo que se espera da manutenção aconteça com todos os recursos necessários como peças de máquinas, componentes, materiais diversos e mão de obra quer seja ela interna ou externa.

Entender quais as quantidades de cada recurso devem ser usadas e quando elas serão necessárias para a realização das atividades pré determinadas nas etapas anteriores.  Não deixar de considerar que esse trabalho necessita de um certo tempo de antecedência.

Como planejar esses recursos?

Como já temos todas as atividades elencadas para uma certa manutenção, analisar uma por uma dessas atividades verificando tudo que será necessário para a sua execução tais como:

Materiais de estoque

Aqui devemos nos preocupar principalmente com peças de máquinas cadastradas em estoque, se temos disponível o que precisamos ou se necessário solicitar uma compra específica para essa manutenção. Além disso tem muitos outros materiais como rolamentos, lubrificantes, componentes elétricos entre outros.

Materiais de aquisição direta

Nesse caso são itens que não são cadastrados em estoque ou alguns podem até ser mas, para não comprometer a demanda habitual, se faz necessário a aquisição por meio de uma compra direta, aqui o prazo de entrega deve ter uma atenção especial dos planejadores e área de compras.

Serviços externos

Normalmente pode ser necessário um serviço de usinagem ou reforma de algum equipamento ou até mesmo uma revisão de um motor onde se contrata um serviço especializado externo. Essa contratação deve estar bem especificada quanto ao tempo necessário entre a saída do item e seu retorno para que não comprometa os prazos.

Mão de obra especializada

Em muitos casos se faz necessário o recurso de mão de obra especializada para atuar internamente tais como recuperação de superfícies de cilindros, atualização de softwares da máquina ou intervenções específicas junto a assistência técnica entre outros. Nestes casos a contratação deve acontecer com precisão do período necessário e principalmente quanto aos técnicos que serão escalados e documentações de acesso e segurança normalmente exigidos pela empresa contratante.

Mão de obra interna

Pode ser algo trivial mas os recursos de pessoal da manutenção deve ter uma atenção cuidadosa, garantir que nesse período a disponibilidade da equipe esteja de acordo com a programação e que possíveis “faltas” possa ter um plano de contingência bem definido. Isso também pode incluir o pessoal de produção da máquina em questão que normalmente podem fazer parte de algumas atividades, principalmente quando se trabalha com a gestão do TPM.

Conclusão

Podemos notar que são muitas atividades que precisam se interagir de modo que ao final da manutenção, o resultado seja o esperado e todos os serviços executados no prazo estabelecido e dentro do especificado.

Não basta planejar, é necessário um acompanhamento e verificação durante os trabalhos. Vejam como fazer isso no link abaixo onde falamos sobre o tema com detalhes, é uma atividade muito importante que não pode deixar de ser implementada nas fases de todo o planejamento.

PCM – Acompanhamento e verificação

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *