Rearme (reset) manual de sistemas de segurança

Luis Cyrino
20 jan 2021
0
1353

Rearme (reset) manual de sistemas de segurança

Rearme manual é simplesmente o ato de armar novamente um dispositivo de forma manual, não automática. Um disjuntor elétrico por exemplo desarma quando sofre uma sobrecarga. Também pode ser desarmado manualmente e rearmado da mesma maneira.

Temos o item 12.40 da norma NR-12 que trata dos meios de segurança para fazer esse rearme. Isso por várias situações onde houver a necessidade de uma intervenção.

E conforme a análise de risco, se faz necessário elaborar procedimentos para cada atividade onde haja necessidade desse rearme ou reset manual.

Relembrando, procedimento de segurança e também de trabalho, é uma das determinações contidas na NR-12 em seu item 12.130 conforme descrito abaixo:

Devem ser elaborados procedimentos de trabalho e segurança específicos, padronizados, com descrição detalhada de cada tarefa, passo a passo, a partir da análise de risco”.

Baseado nesse item da norma que fala sobre Procedimentos, vamos nos ater sobre o item 12.40 da NR-12. Esse item trata exclusivamente da necessidade de cuidados quando é preciso fazer rearme ou reset manual de sistemas de segurança.

Vejamos o que diz o item 12.40

“12.40 – Os sistemas de segurança, se indicado pela apreciação de riscos, devem exigir rearme (“reset”) manual”.

“12.40. Os sistemas de segurança, de acordo com a categoria de segurança requerida, devem exigir rearme, o reset manual, após a correção da falha ou situação anormal de trabalho que provocou a paralisação da máquina”.

“12.40.1 Depois que um comando de parada tiver sido iniciado pelo sistema de segurança, a condição de parada deve ser mantida até que existam condições seguras para o rearme”.

Essa condição exigida pela NR-12 sobre o rearme ou reset manual também nos remete a outra parte desta mesma norma regulamentadora. O item 12.40 é genérico no sentido de afirmar um problema que obrigou a paralisação da máquina.

Não fica especificado se é um problema operacional, de manutenção ou de outra ordem, mas a necessidade é real e oportuna. Baseado nisso, podemos afirmar que essa exigência também nos remete a outro item desta norma. Trata-se do item 12.113 que fala sobre intervenções da Manutenção, e vamos nos ater nisso.

Veja o que diz esse item 12.113 da norma resumidamente

Esse item da norma 12.113 diz respeito a necessidade de alguns procedimentos quanto as atividades da Manutenção. Cita alguns pontos importantes como isolamento e descarga de todas as fontes de energia de máquinas e equipamentos.

Fala sobre a necessidade de instalar bloqueios mecânico e elétrico para corte de fontes de energia. Outra medida importante é sobre sistemas de retenção com trava mecânica para sistemas hidráulicos e pneumáticos.

Já no item 12.113.1 trata de situações onde as medidas citadas no item 12.113 não sejam possíveis de aplicação. Nesses casos adotam outras medidas como tornar inoperante o modo de comando automático.

Outras medidas que possibilitem um controle sobre a redução de velocidade, ou dispositivos de comando por movimento limitado.

E que essas ações tenham prioridade sobre outros comandos com exceção da parada de emergência e finalmente torne essa seleção visível, clara e facilmente identificável.

Procedimento do item 12.40 – Rearme manual, então é isso?

As medidas acima elencadas nos dão uma clara visão de como elaborar um procedimento quando a Manutenção precisar intervir utilizando esses meios de bloqueio.

Precisamos no caso, definir algumas atividades programadas ou emergenciais que possam acontecer, e listar o passo a passo. Atividades essas que tem como premissa a necessidade da realização de uma análise de risco.

E sabemos que muitas atividades da Manutenção precisam de procedimentos de trabalho e segurança, principalmente na área elétrica.

Para esse procedimento não pode faltar uma das premissas mais importantes da segurança do trabalho. Falamos da APR – Autorização Preliminar de Risco, instrumento que garante o conhecimento de todos os envolvidos sobre as necessidades pertinentes ao exercício dessa atividade.

Tais como isolamento da área, EPI e/ou EPC necessários além dos já de uso habitual, andaimes, cintos de segurança, etc.

Conclusão

Fica claro que a necessidade de cuidados quanto ao rearme ou reset manual é de extrema importância. Isso no que tange à segurança dos profissionais envolvidos numa determinada atividade onde houve a necessidade da parada.

Importante nesses casos, além do procedimento, ter em mãos um checklist de segurança. Fazer todas as verificações necessárias antes do rearme, para garantir que nenhuma situação adversa possa acontecer.

Precisando revisar seus métodos e processos na Manutenção? Conte com a ajuda do Manutenção em foco, entre em contato sem compromisso.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *