Segurança e os cuidados que devemos ter na Manutenção

Luis Cyrino
4 fev 2015
3
19988

Manutenção e a Segurança

Qual a relação que podemos atribuir entre a Manutenção e a Segurança do trabalho? Sabemos que quando se fala em Segurança do trabalho temos que avaliar sob duas óticas distintas, as condições que se referem ao ambiente físico como edificações, máquinas e equipamentos.

E sob a ótica do comportamento humano. Para identificar essas situações temos as duas formas de relatar essas ocorrências no meio industrial que chamamos de “condição insegura” e de “ato inseguro”.

Em nossa abordagem vamos focar o papel da manutenção sob essas duas óticas ou seja, o quanto a manutenção executada de forma segura, consciente, regular e sistemática é essencial para manter um ambiente seguro.

E assegurar a confiabilidade do equipamento, das máquinas e principalmente contribuindo para um ambiente de trabalho sem riscos.

Então podemos afirmar que a falta de manutenção ou a manutenção inadequada podem provocar situações de riscos, acidentes e problemas de saúde para todos os colaboradores da empresa.

Fator relevante nessa nossa abordagem é que a manutenção é uma atividade de muitos riscos devido a maior exposição desses colaboradores. Então o papel do gestor é muito importante para que esse trabalho seja bem planejado e que o foco da equipe seja de um comportamento seguro e de qualidade na realização das tarefas.

Podemos afirmar que o papel do gestor é prioritário cabendo a ele garantir que a segurança esteja em primeiro lugar na sua gestão. Pode parecer estranho essa afirmação, aprendi ao longo da minha carreira que se meu ambiente de trabalho não é seguro e as pessoas não se preocupam em praticar a segurança, tudo isso favorece na instabilidade e performance de todos em sua volta e certamente os resultados serão afetados.

Então quais seriam as formas e os meios necessários para que isso aconteça na equipe de manutenção? Veja abaixo algumas delas que podemos citar:

Ferramentas de Segurança

  1. Fornecimento e uso do EPI e EPC (equipamento de proteção individual e coletivo)
    É uma das normas das empresas o uso obrigatório do EPI e EPC e cabe ao gestor garantir o fornecimento e uso de todos os equipamentos de segurança necessários a sua equipe.
  1. Manutenções adequadas das instalações e máquinas e/ou equipamentos.
    Cumprimentos dos cronogramas de manutenção para um perfeito funcionamento das máquinas e/ou equipamentos e instalações prediais.
  1. Praticar o DDS (diálogo de segurança)
    Essa é sem duvida uma ferramenta eficaz, aquele bate papo sobre segurança pelo menos quinze minutos e uma vez por semana com sua equipe.
  1. Blitz de segurança
    Essa é uma forma interessante do gestor de auditar as condições de segurança da sua equipe e área de trabalho de forma repentina.
  1. Etiqueta de segurança
    Uma ferramenta oriunda do TPM onde ao identificarmos um problema de segurança, é colocada a etiqueta relatando o evento e a manutenção por sua vez analisa e se for o caso realiza o reparo.
  1. CIPA (Comissão interna de prevenção de acidentes)
    Cabe ao gestor incentivar a participação de alguém da equipe como cipeiro.
  1. Pirâmide de BIRD
    Como no caso da etiqueta mencionada acima uma vez feita o relato de incidentes ou quase acidentes, deve ser tratado de imediato.
  1. Treinamentos
    Uma vez identificado pelo gestor e sua equipe necessidades específicas conforme os riscos encontrados para determinadas manutenções, fazer com que aconteça o treinamento quando necessário.
  1. Utilização da APR (análise preliminar de risco)
    Através do gestor e da segurança do trabalho, deixar claro a equipe da manutenção sobre a existência dessa ferramenta e da necessidade dessa solicitação devido aos riscos de certas atividades.
  1. Check list de segurança
    Importante ferramenta de verificação dos itens de proteção para máquinas e/ou equipamentos e edificações.

Conclusão

Como podemos ver, temos muitas maneiras de minimizar e até eliminar as causas de acidentes dentro do ambiente de trabalho. Basta uma boa dose de comprometimento das pessoas e da gestão.

Vejamos agora uma das primeiras preocupações que devemos ter, trata-se do uso adequado do EPI – equipamento de proteção individual. Veja no link abaixo um pouco mais sobre esse tema.

Manutenção e o uso do EPI

Comentários

3 respostas para “Segurança e os cuidados que devemos ter na Manutenção”

  1. Sirte Ribeiro disse:

    Boa noite Luis!
    Muito pertinente estes tópicos abordados. Lembro de alguns anos atrás onde a direção das industrias e das empresas em geral tinham como tripé de atuação a seguinte ordem de prioridades: PRODUÇÃO, QUALIDADE e SEGURANÇA, que ficava em terceiro plano. Hoje, fico feliz em ver que houve a inversão e a segurança é a palavra de ordem por onde passamos. Vejo que as corporações aprenderam que a segurança está acima de qualquer outra atividade, pois sem ela não tem produção e qualidade que dê sustentação e equilíbrio a qualquer empresa.

    • Luis Cyrino disse:

      Com certeza meu caro Sirte, segurança traz mais tranquilidade no ambiente de trabalho e isso gera benefícios para todos, então pratique essa ideia em todos os ambiente inclusive em casa.

  2. ACHO QUE TODA EMPRESA ANTES DE TERMINAR UM EXPEDIENTE DE TRABALHO TEM QUE DEDICAR EXCLUSIVAMENTE UM TEMPO DETERMINADO PARA LIMPEZA E ORGANIZAÇÃO DE FERRAMENTES DO AMBIENTE DE TRABALHO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *