Redutores de velocidade e sua manutenção

Luis Cyrino
30 set 2019
1
452

Redutores de velocidade e sua manutenção

Redutores de velocidade são equipamentos mecânicos que como o próprio nome diz, reduzem a velocidade de rotação de um acionador, normalmente um motor elétrico.

Os redutores alteram a velocidade de rotação do acionador, ou seja, uma determinada velocidade de entrada é reduzida na saída do redutor e aumenta seu torque.

Nesse contexto, esses equipamentos foram desenvolvidos com objetivo de diminuir a rotação de saída em relação a entrada, aumentando o torque de saída e garantindo a transmissão de movimentos de certos equipamentos, sistemas e/ou conjuntos de uma máquina.

Os redutores de velocidade são fabricados e montados com algumas peças e componentes como:

  • Eixos de entrada e saída;
  • Mancais;
  • Rolamentos;
  • Componentes de vedação;
  • Engrenagens (diversos tipos);
  • Carcaça ou caixa.

Eles podem ser acionados além do já citado motor elétrico como mais comum, também por um motor hidráulico, motor à combustão ou turbina a vapor.

Pode ter alguns tipos de construção mecânica de máquinas onde é usado certos tipos de redutores entre as transmissões, ou seja, sem um acionador citado acima diretamente acoplado a ele.

Manutenção de redutores

Com o uso frequente e muito prolongado, os redutores industriais começam a apresentar desgaste, é quando aparecem as falhas. Esse desgaste ao longo do tempo de uso é esperado e natural do equipamento, portanto é necessário realizar em algum momento a sua manutenção.

Os redutores desempenham uma função muito importante ou diria, fundamental na transmissão de movimentos de uma máquina. E por esse motivo, que já é o bastante, necessitam de uma manutenção periódica aliada as técnicas preditivas.

Trata-se de um equipamento que normalmente impede uma máquina de continuar operando caso quebre ou apresente problemas. Por esse motivo a sua manutenção deve ser baseada num plano de inspeções, preventivas e uso de algumas técnicas preditivas.

Ou seja, precisamos estabelecer um plano de monitoramento das suas condições de trabalho e estabelecer para cada caso, um plano de estratégias para a manutenção dos mesmos. As técnicas aplicáveis e recomendadas nesse caso são:

Análise de vibrações

Tem certos tipos de redutores inseridos a determinados processos fabris onde a falha do redutor simplesmente não é aceitável. Nessas condições podemos trabalhar com a técnica preditiva da análise de vibrações. Pode ser determinado um monitoramento constante ou periódico, cada caso é um caso que deve ser determinado pela área da Manutenção.

Conheça mais sobre Análise de vibrações, clique AQUI!!

Análise de óleo

Outra técnica preditiva importante para alguns tipos de redutores em determinados processos fabris, é fazer a análise do óleo em tempos pré-estabelecidos. Com isso se garante entender se está ocorrendo algum processo de desgaste das partes internas do redutor.

Monitoramento da Temperatura

Também podemos fazer uso do monitoramento da temperatura do redutor que pode ser constante ou durante algumas inspeções. O monitoramento de temperatura é um ótimo indicador se está ou não se iniciando um processo de desgaste do redutor.

Inspeções periódicas

Alguns tipos de redutores e seu grau de importância para o processo de uma máquina pode definir como aceitável apenas um plano de manutenção. E esse plano pode ser baseado no manual do fabricante do redutor onde teremos inspeções diárias, mensais, anuais e aí por diante.

Manutenção preventiva

Aliado as inspeções periódicas, pode ser definido também uma manutenção preventiva do redutor. Fazer isso baseado em históricos de manutenção ou mesmo em segmentos onde acontecem as chamadas grandes paradas.

Conclusão

Em todo e qualquer tipo de manutenção em redutores, sempre usar os lubrificantes, peças e componentes recomendados pelo fabricante do equipamento. Quem trabalha com manutenção sabe que os redutores são equipamentos que qualquer tipo de reparo corretivo pode custar muito tempo de máquina parada.

Portanto é necessário fazer todos os tipos de manutenções recomendadas usando os recursos corretos de materiais. Aliado a isso, também fazer uso de ferramental adequado, das boas técnicas de manutenção e com profissionais capacitados para esse tipo de serviço.

Comentários

Uma resposta para “Redutores de velocidade e sua manutenção”

  1. Elias Pereira Lira disse:

    Excelente comentário de redutores, uma das observações mais importantes em suas operações é a verificação de nível de óleo que o mantém sempre em boas condições de trabalho garantindo maior durabilidade do equipamento, e depois vem as preventivas conforme horas de trabalho estabelecidas pelo fabricante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *