Inspeção Termográfica – estudo de caso

Luis Cyrino
4 jul 2016
0
2687

Inspeção Termográfica

A inspeção termográfica tem se tornado um grande aliado para a manutenção desde a década de 80 no Brasil, nas áreas industriais aplicada em inspeções mecânicas e de refratários em setores como siderurgia.

No segmento comercial pouco se aplicava qualquer tipo de manutenção, o conceito básico era corretivo o que tornava os custos elevados e a indisponibilidade de equipamentos por longos períodos, não existia tão pouco alguma gestão de sobressalentes.

Começamos então a desenvolver este trabalho para demostrar o quanto é importante à antecipação às falhas, seja com a diminuição de custos de manutenção, como a melhoria em termos de segurança de uma instalação elétrica.

Nas duas situações que iremos abordar fica clara sua importância.

Caso I

Quadro: Circuito de iluminação

Comentário:

Podemos observar o gradiente de temperatura ao longo do cabo de 16mm², onde o ponto mais quente demostra exatamente onde o problema esta.

Problema:

Observamos junto ao ponto de medição (M6) a origem do problema, este cabo apresenta pontos de carbonização

gerando mal contato entre a conexão barramentos e terminal de conexão.

Correções:

Substituir o trecho do cabo que apresenta sobre aquecimento e barramento com ponto carbonizado.

Observação:

Cabo em PVC tem sua temperatura limite de operação em 70°C TMA “temperatura máxima admissível”.

Estudo de caso 1

Caso II

Equipamentos: Motor Bomba de Águas

Comentário:

As bombas encontram-se ligadas com carga de operação normal, como podemos observar na tabela o motor HS2 encontra-se com temperatura 11°C acima dos outros motores, a temperatura máxima admitida para este motor classe A é de 105°C, considere o seguinte cálculo para avaliar seu aquecimento:

Tmed. (temperatura medida) + Tamb. (temperatura ambiente) + 10°C (compensação) então teríamos:

(Tmed.= 51,7°C + Tamb 32°C + 10°C = 93,7°C) ainda em condição de operação

entretanto próximo do ponto de TMA que é 105°C, deve ser programada uma manutenção preventiva.

Esta temperatura determina o ponto de degradação do verniz isolante.

Problema:

Aquecimento no bobinamento do motor.

Correções:

Medir isolação e refazer o bobinamento, provável envelhecimento do isolamento (verniz).

Valor motor 0,5CV no mercado Junho/2016 (R$ 180,00), o custo de recuperação pode ser maior que um motor novo.

A falta da mesma poderá trazer transtorno para o condomínio que é composto por 150 clínicas médicas.

Estudo de caso 2

Por: Marco Oliveira (www.iptengenharia.com)

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *