APQP – Planejamento Avançado da Qualidade do Produto

Luis Cyrino
25 mar 2021
0
209

APQP – Planejamento Avançado da Qualidade do Produto

APQP – sigla para o termo em inglês Advance Product Quality Planning ou Planejamento Avançado da Qualidade do Produto desenvolvido e padronizado pela AIAG (Automotive Industry Action Group).

Um veículo em geral é formado por inúmeros itens, peças, componentes e equipamentos que são produzidos por vários fornecedores.

Portanto, como as cadeias de suprimentos são importantes na fabricação automotiva, é que se criou esse procedimento APQP. A intenção era garantir que fornecedores atendessem aos requisitos de qualidade do cliente para cada item fornecido.

As diretrizes foram estabelecidas no início dos anos 90 para garantir que os protocolos APQP fossem seguidos em um formato padronizado. Desde então, o APQP ganhou força e despertou interesse entre fabricantes de muitos segmentos.

Conhecendo a AIAG

Desenvolvida no final da década de 1980, a AIAG é uma associação das grandes marcas Ford, General Motors e Chrysler.

As iniciativas de qualidade da AIAG abrangem atividades não só de desenvolvimento de produtos, mas também fabricação, serviços e melhoria da experiência do cliente.

Essas iniciativas são para apoiar a tecnologia de fabricação e avanços de inovação de produto que são exigidos de fornecedores e fabricantes de equipamentos.

APQP e seus benefícios

Os benefícios na utilização do APQP corroboram numa redução da complexidade do planejamento da qualidade dos produtos para os clientes e organizações.

E um meio para as organizações comunicarem facilmente os requisitos de planejamento da qualidade do produto aos fornecedores.

É conhecido e amplamente utilizada como uma ferramenta da indústria automotiva que tem o seu foco voltado para os inúmeros estágios de desenvolvimento de um produto. Traz uma abordagem sob requisitos de qualidade, prazo e custo sobre a fabricação de grande volume de novos produtos.

Hoje, o APQP é utilizado em empresas de diversos portes, especialmente no ramo automotivo, a fim de assegurar a qualidade dos produtos e processos desenvolvidos em sua planta.

Normas que se alinham com o APQP

Na ISO 9001: 2015, a cláusula 8.3 diz “A organização deve estabelecer, implementar e manter um processo de projeto e desenvolvimento que seja apropriado para garantir o fornecimento subsequente de produtos e serviços.” E define requisitos para:

  • Planejamento
  • Entradas
  • Controles
  • Saídas
  • Gestão de mudanças

O APQP segue essa mesma abordagem estruturada, mas é mais aprofundado, é chamado de planejamento de qualidade de produto “avançado”.

Já quando falamos da norma IATF 16949, ela se alinha com as normas existentes de sistemas de qualidade da indústria automotiva global. Ela especifica os requisitos do sistema da qualidade para a concepção/desenvolvimento, produção, instalação e manutenção de produtos automotivos.

Portanto, para implementar um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) de acordo com a IATF 16949, uma organização precisa implementar o APQP. Isso porque ele incorpora as cinco ferramentas principais que o padrão da norma requer.

Portanto, a base para a implementação do SGQ segundo a norma da IATF 16949, temos vários manuais juntamente com o manual do APQP para serem seguidos, são eles:

  • Análise do Modo de Falha e seus Efeitos (FMEA)
  • Controle Estatístico de Processos (CEP)
  • Análise de Sistemas de Medição (MSA)
  • Processo de Aprovação de Peças de Produção (PPAP)

O lado do cliente do APQP: o PPAP

É possível que alguns fabricantes e fornecedores para a indústria automobilística ou de outro segmento, tenham a intenção de pular etapas do APQP.

Usar de toda a experiência como fabricante e já colocar para produzir o que precisa, mas correndo sérios riscos. Para que isso não aconteça existe o PPAP – Processo de Aprovação de Peças de Produção.

Um processo padronizado com objetivo de fazer com que fabricantes e fornecedores se comuniquem e aprovem projetos e processos de produção antes, durante e depois da fabricação.

O PPAP confirma que o processo de produção demonstrou potencial para produzir produtos que atendam consistentemente a todos os requisitos. E que ao mesmo tempo em que operam de acordo com a taxa de demanda do seu cliente.

As 5 fases do APQP

De acordo com a American Society for Quality, divisão automotiva, o APQP é um processo estruturado que inclui tarefas críticas.

Tarefas essas que vão desde a aprovação do conceito até a produção. O objetivo é criar um plano de qualidade para desenvolver e fabricar produtos que atendam aos requisitos do cliente.

  1. Análise crítica requisitos e Planejamento
  2. Desenvolvimento do produto
  3. Desenvolvimento dos processos de fabricação
  4. Validação produto e processo
  5. Produção, avaliação e melhorias

Resumidamente, o APQP contém sete elementos principais que compõe seu manual que são: Compreensão da necessidade do cliente, projeção dentro das capacidades do processo, controle das caraterísticas especiais e/ou críticas, revisão de projeto, verificação e validação do processo, análise e tratamento de falhas e melhoria contínua.

Conclusão

APQP como ferramenta de garantia da qualidade e fornecimento como vimos, fazem parte de outros segmentos e não só da linha automotiva.

Empresas que dependem de muitos fornecedores de peças, componentes e equipamentos para sua linha de montagem fazem uso do APQP. Aliado a outras ferramentas, fazem parte das estratégias de conciliação e relacionamento com clientes e fornecedores.

 

 

Fonte:

https://qualityinspection.org/advanced-product-quality-planning/

https://www.sae.org/aaqg/audit_information/

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *