Estoque de Manutenção, o que cadastrar?

Luis Cyrino
25 out 2015
9
5356

Dimensionamento do estoque de Manutenção

Estoque de Manutenção – Em primeiro lugar vamos entender o porquê é necessário ter itens cadastrados, você saberia dizer? Sabemos que estoque é acumular itens em geral que enquanto armazenados não fazem parte do processo ativo da operação de uma empresa pois estão “parados”. E sabemos que isso representa um custo alto que podemos considerar como um capital de giro que pode ser usado a qualquer momento.

Essa necessidade de se manter esses itens armazenados é porque existe uma diferença entre fornecimento desses itens e demanda dos mesmos no processo de operação das empresas. Ou seja, não temos como definir com precisão o momento que será preciso de um item e seu fornecimento nesse mesmo instante, salvo é claro de algumas exceções.

Como podemos definir quais itens serão mantidos em estoque?

Essa função é primordial pois vão determinar seu volume na quantidade de itens cadastrados, itens essencialmente indispensáveis para o bom andamento das atividades em geral de uma empresa. Nessa matéria deixo claro que vamos tratar apenas dos itens relacionados à Manutenção em geral de máquinas e equipamentos. E vamos partindo do pressuposto que a empresa não tem um estoque compatível com as necessidades do seu parque de máquinas e vai implementar um que atenda de fato às suas necessidades.

Para suprir a Manutenção em suas atividades de manter os ativos da empresa são necessários peças e componentes de reposição e tem casos onde a empresa prefere correr riscos sem ter um estoque razoável. Com isso pode ficar muito tempo com sua operação comprometida pela falta de algum item indispensável para recolocar a máquina ou equipamento em operação, isso pode custar muito caro.

O estoque de Manutenção difere e muito de outros tipos de estoque por diversas razões, não tem uma demanda previsível. São muito influenciados por exemplo, de como essas máquinas e equipamentos são utilizados, ou seja, sua taxa de utilização.

Uma outra razão que influencia nessa demanda é como a Manutenção trabalha com seu planejamento de intervenções. Ou seja, tem um planejamento de preventiva ou só trabalha apagando fogo fazendo intervenções de corretiva? Como podemos ver tem muitas variáveis que fazem do estoque de Manutenção, um trabalho muito importante quanto a sua Gestão.

Para definir um volume de itens cadastrados, inicialmente precisamos entender e definir alguns pontos relevantes para essa tomada de decisão e que podem ser:

Capital disponível para Manutenção desse estoque;

Local físico que comporte essa nova estrutura;

Classificação ABC das máquinas e equipamentos;

Definição do sistema de gestão do estoque;

Uma vez tendo essa definição inicial, vamos agora elencar alguns pontos relevantes para a definição dos itens:

Buscar entender o histórico de demandas;

Definir as categorias dos itens cadastrados;

Definir por meio de manuais das máquinas e equipamentos os itens sugeridos para estoque;

Priorizar os itens conforme classificação ABC das máquinas e equipamentos;

Classificar os itens conforme classificação ABC;

Conclusão

Como visto, é muito importante estabelecer os itens necessários e seus volumes para que não se forme um estoque muito grande e com itens desnecessários pois sabemos que estoque é dinheiro parado e isso tem um grande custo para as empresas.

Nas próximas publicações vamos falar sobre como determinar as quantidades dos itens cadastrados (mínimo, máximo e ponto de reposição). Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Comentários

9 respostas para “Estoque de Manutenção, o que cadastrar?”

  1. José Aparecido Sanches disse:

    gostei, aguardo a sequencia.

    • Luis Cyrino disse:

      Obrigado José, caso queira nos acompanhe em todas as matérias basta cadastrar seu e-mail no site e receberá em primeira mão a cada matéria nova que eu postar, abraço.

      Luis

  2. jose augusto teixeira júnior disse:

    É um artigo ótimo pois este é um problema de todas as empresas, mais bem definido ajuda muito na disponibilidade das empresas sem aumentar custos e áreas para estoques.
    Parabéns pelo trabalho vai nos ajudar muito.

    • Luis Cyrino disse:

      Augusto obrigado pelo feedback e caso queira nos acompanhar na sequência desse assunto basta se cadastrar no site e receberá em primeira mão todas as novas postagens. Caso queira sugerir algum tema ou sugestão fique a vontade.

      Abraço

      Luis

  3. diego disse:

    boa noite, é possível você citar o nome de uma empresa?

  4. Leslie disse:

    Boa tarde!
    Existe algum material que diga os codigos dos itens de manutenção a ser cadastrado?
    Por ex, cilindro tunkers v2 63.1 z > CILV263.1Z
    Obrigado

    • Luis Cyrino disse:

      Olá Leslie, se entendi bem a sua pergunta, os códigos de itens de estoque são normalmente determinados pelo software onde são feitos os cadastros desses itens, cada tipo de software tem a sua nomenclatura que pode conter letras e números por exemplo mas precisam ser sequenciais, tipo NP00001 (número do produto 00001). O importante nesse cadastro é fazer a descrição exata do item para não acontecer problemas de aquisição errada.

  5. André Maurício disse:

    Bom dia.
    Acredito que será abordado nos próximos trabalhos, mas uma questão que não podemos esquecer são os famosos estoques paralelos, que na maioria das vezes não existe controle e causa um enorme custo para empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *