HVAC – aquecimento, ventilação e ar condicionado

Luis Cyrino
5 dez 2023
0
539

HVAC – aquecimento, ventilação e ar condicionado

O termo HVAC vem do inglês – Heating, Ventilating and Air Conditioning, que em português significa literalmente: Aquecimento, Ventilação e Ar Condicionado. Refere-se às funções essenciais desses três sistemas de climatização de ambientes/espaços.

Os sistemas de aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC) são projetados para atender à duas necessidades básicas: conforto dos usuários de um ambiente ou para satisfazer necessidades de um processo industrial.

HVAC industrial x residencial

Os sistemas HVAC para segmentos industriais fornecem suas soluções térmicas para instalações maiores, como processamento químico, fabricação, geração de energia e estações de tratamento de água.

Embora sigam os mesmos princípios operacionais básicos das unidades residenciais de HVAC, elas são maiores em capacidade e complexidade. Sistemas que precisam de maior atenção devido a potenciais problemas como geração excessiva de calor a partir de equipamentos ou vapores tóxicos.

HVAC e seus sistemas e processos adicionais

Os sistemas HVAC industriais consistem em muitos componentes e equipamentos, que variam dependendo das necessidades específicas da instalação. Itens como:

Além dos sistemas de aquecimento, resfriamento e de ventilação, outros processos podem ser adicionados como sistemas HVAC.

Tais como processo de umidificação e desumidificação, exaustão e geração de vácuo. Esses processos podem ser alcançados usando equipamentos HVAC específicos para cada necessidade.

Basicamente os sistemas HVAC podem ser classificados de duas maneiras:

Sistema central: os sistemas HVAC e seus equipamentos se concentram em um local próprio e sua geração de climatização ou outro processo como geração de vácuo, é distribuído por meio de dutos.

Sistema descentralizado: Para cada necessidade diferenciada de climatização ou geração de vácuo, os equipamentos ficam em vários locais específicos, mais próximos de sua área de consumo.

Ventilação industrial

A ventilação industrial, um dos sistemas de climatização HVAC, são requisitos necessários para a saúde e segurança dos trabalhadores em muitas indústrias.

A ventilação industrial pode se referir a uma variedade de sistemas e estratégias projetadas para garantir que haja um suprimento/fluxo de ar limpo. Esse processo faz a remoção de quaisquer tipos de contaminantes do ar, como poeira, gases, fuligens, etc.

De um modo geral, um sistema de ventilação industrial deve ter dois mecanismos principais – um para remover contaminantes de determinado ambiente e outro por trazer ar fresco de volta à circulação. Ou seja, são sistemas distintos, um para injetar/insuflar ar ao ambiente e outro para retirar o ar contaminado – exaustão.

Tipos de ventilação industrial

Para cada tipo de necessidade existe um sistema de ventilação mais apropriado, e que deve ser avaliado e projetado por pessoal especializado. Basicamente temos três tipos de ventilação usados nas indústrias em geral, são eles:

Ventilação natural:

A ventilação natural é o movimento de ar num ambiente provocado pelos agentes físicos pressão dinâmica e/ou temperatura, podendo ser controlado por meio de aberturas no teto, nas laterais e no piso.

Ventilação diluidora:

A ventilação diluidora funciona, como o nome sugere, diluindo fontes de ar contaminado com suprimentos de ar fresco. Esse processo não captura e descarta contaminantes, mas garante que a concentração deles permaneça abaixo de um nível prejudicial.

A ventilação de diluição também é lenta para responder a situações de exposição aguda e normalmente está ligada a questões de conforto térmico.

Ventilação local exaustora:

A ventilação de exaustão local funciona visando a fonte dos contaminantes e removendo-os do espaço de trabalho. A ventilação de exaustão local pode ser feita por ventiladores menores e localizados.

São projetados para capturar os contaminantes, sendo este o caso, em seguida, filtrá-los diretamente na fonte.

Esse tipo de ventilação também é utilizado para capturar ar quente e retirando o mesmo de um local específico e com outro ventilador insuflar um ar mais frio. Esse sistema é muito utilizado em máquinas e equipamentos onde existem sistemas eletrônicos.

Dutos e coletores de pó

Para sistemas de ventilação que usam dutos para condução do ar, é importante um bom plano de inspeção. Esquecer desses itens não é um bom negócio, podem ficar danificados, deformados e sujos com o tempo. Na maioria das instalações com dutos de ar, deve ser realizado uma limpeza geral pelo menos uma vez por ano.

Muitas instalações industriais também incluem coletores de poeira como parte de seus sistemas de ventilação. Nesses sistemas de coletores é necessário uma inspeção regular para garantir que estejam funcionando corretamente.

Características dos sistemas HVAC industriais

Existe uma grande diferença dos sistemas HVAC quando se referimos a uso industrial ou para ambientes menores como residencial ou pequenas áreas comerciais. São características de instalação e porte dos equipamentos que são bem distintos. Vejamos algumas dessas características:

Capacidade: Os componentes dos sistemas HVAC para instalações industriais são muito maiores. Uma instalação industrial pode usar uma unidade de 50 toneladas onde 1 tonelada equivale a 12.000 BTU de refrigeração.

Localização: Os sistemas HVAC em instalações industriais geralmente estão localizados no telhado das instalações ou em áreas especificas onde tanto o ruído quanto o calor podem ser reduzidos durante a operação.

Complexidade. Os sistemas HVAC em locais industriais são mais complexos e modulares em seu projeto. Isso significa que várias unidades HVAC terão todos os controles elétricos e automáticos em sistemas unificados. Isto é fundamental para o controle climático adequado e qualquer ajuste necessário.

Conclusão

Os processos de fabricação podem muitas vezes resultar em grandes volumes de calor, por vezes acima dos índices recomendados. Isso resulta em problemas para os colaboradores envolvidos nos processos e também para máquinas e equipamentos.

Por causa disto, os sistemas HVAC industriais são sistemas essenciais para indústrias de todos os portes. Por isso uma dos maiores benefícios de um sistema HVAC em perfeito funcionamento é contribuir para o bem estar das pessoas e de seus ativos.

E outro benefício importante é trazer melhor desempenho operacional e como consequência, geração de economia e eficiência energética.

E para tudo isso estar dentro dos padrões é necessário uma manutenção com estratégias assertivas. Afinal, ambientes, máquinas e equipamentos com temperaturas adequadas e qualidade do ar, geram maior produtividade e segurança para todos.

 

 

https://integratedair.co.uk/systems/industrial-hvacsystems.html

https://www.petro.com/resource-center/what-is-hvac

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *