Manutenção Preventiva cancelada, e agora?

Luis Cyrino
8 jan 2018
1
2043

Manutenção Preventiva cancelada, e agora?

Manutenção Preventiva cancelada, esse tipo de situação já aconteceu na empresa em que você trabalha? Acredito que isso é mais comum do que possamos imaginar, o cancelamento da manutenção preventiva de uma hora para outra.

Quais razões levam isso a acontecer?

As razões para o cancelamento de uma manutenção preventiva podem acontecer por inúmeros motivos e ser solicitado por várias áreas como a própria Manutenção, a área de Produção e o PPCP – Planejamento e controle da Produção.

E quais seriam as razões mais comuns para isso acontecer?

Via a própria Manutenção

Não seria estranho ou incomum a própria área de Manutenção solicitar o cancelamento da manutenção preventiva de algum ativo.

As vezes pode acontecer de certos itens importantes a serem trocados não se conseguir sua aquisição ou confecção em tempo hábil, atrasos de entregas, e tudo por problemas inerentes a vontade da Manutenção.

Ou por falta de contingente para aquele momento por falta ou saída de algum funcionário (férias de última hora, afastamentos, pedidos de demissão), e por esses diversos motivos inviabilizaria a parada.

Via área da Produção

Na área de produção pode acontecer que, por necessidades de produção para fechamento de lotes de certos produtos, mês com baixa produtividade do setor, solicitação de testes de novos produtos de clientes importantes, são alguns dos motivos.

Um dos motivos comuns também é a falta de pessoal pelos mesmos motivos da Manutenção. Sabemos que normalmente o pessoal da máquina em manutenção preventiva, trabalham em conjunto com algumas atividades junto à Manutenção. Sempre lembrando que são situações inerentes à vontade das áreas envolvidas, é complicado, mas possível de acontecer.

Via área do PPCP

Com certeza trata-se da área onde acontece a maior probabilidade de solicitar o cancelamento da manutenção preventiva. Isso pode acontecer pois hoje em dia os lotes de produção estão cada vez menores devido à alta diversidade dos tipos de produtos.

E isso afeta sobremaneira sua programação junto a área de vendas e paradas de produção sempre são alvos de muita negociação. Outra situação seria um pedido de última hora e de cliente importante e por azar da manutenção, a máquina em questão é a única que produz esse item solicitado.

Também reafirmo que são normalmente situações que fogem ao controle, ou por negligência de alguém da gestão dessas áreas ou por motivos inerentes a vontade dos envolvidos.

Como tratar esse tipo de situação?

Uma coisa é certa, esse tipo de situação é importante que seja registrado como um desvio do planejamento da Manutenção. Devemos tratar isso como uma falha e para tanto deve ser avaliada e registrada, de modo a contemplar ações possíveis para que não ocorra novamente.

Como fazer isso?

Podemos controlar esse tipo de situação com algumas ações que sugiro como importantes para controle do evento, tais como:

Documento de cancelamento:

Devemos elaborar um documento tipo formulário para registro desse cancelamento da manutenção preventiva. Nele deve conter o nome do ativo ou linha em questão, área solicitante do cancelamento, período que seria feito essa intervenção e claro, os motivos alegados para a não realização da parada.

Nesse documento devem conter as assinaturas dos responsáveis pelas áreas envolvidas e um tipo de “aceite” por esse cancelamento, normalmente alguém do alto escalão da empresa.

Esse tipo de documento é importante nos casos de auditorias internas e externas como justificativa do não cumprimento do cronograma ou alteração de data da parada.

Análise do cancelamento:

Como trata-se de um evento não programado e que complica sobremaneira a sequência dos trabalhos, principalmente da Manutenção, devemos avaliar as causas do acontecido.

Levantar os motivos que levaram a esse cancelamento e verificar as possíveis ações para evitar que isso ocorra novamente. Entendemos que as vezes tem motivos que não tem como evitar, mas tentar entender a situação é o mínimo que devemos fazer.

Definição do calendário:

O mais importante de toda essa situação é o PPCM definir como fica o calendário da manutenção preventiva. É necessário verificar se essa manutenção será feita posteriormente, quando será possível ou mesmo não será mais possível para aquele ano corrente.

Quando se trabalha com uma programação bem “justa” para com a manutenção preventiva, é complicado quando acontece esse cancelamento.

A área de Manutenção precisa de alguma maneira evitar que isso aconteça, o cancelamento e exclusão da possibilidade de uma nova data de parada.

Veja também sobre como elaborar um Cronograma

Conclusão

Sabemos que em processos de manufatura, produzir é o objetivo principal e que isso sempre será prioridade. Mas o bom senso, uma gestão consciente e inteligente pode encontrar meios de se ajustar a todas as necessidades.

Outro fato importante e que se trata do tema desta matéria, é se documentar esse tipo de situação para que o entendimento de possíveis complicações esteja de fato, no entendimento de todos.

Aquela velha história de que quebra porque a manutenção não faz o seu trabalho direito, cai por terra em situações desse tipo. Tudo que é acordado e registrado acaba por ser uma das ferramentas de gestão que faz bem para todos.

Nós do Manutenção em foco podemos trazer soluções como treinamentos em ferramentas como os pilares básicos do TPM, elaboração de planos de manutenção e lubrificação e ferramentas de análise de falhas por exemplo. Consulte nosso escopo de serviços no link abaixo, precisando entre em contato.

 

https://www.manutencaoemfoco.com.br/servicos/

Comentários

Uma resposta para “Manutenção Preventiva cancelada, e agora?”

  1. João Óscar disse:

    Parabéns pelo artigo, gostaria de colocar tambem que podemos negociar com a produção (PCP) algumas paradas como troca de produto e aproveitar e realizar a inspeção ou até substituição de algum componente critico assim evitariamos os riscos de paradas inesperadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *