Monitoramento, proposta da preditiva

Luis Cyrino
18 out 2017
0
2785

Monitoramento, proposta das técnicas preditivas

Monitoramento – Manutenção Preditiva, como visto em outra matéria, é um método ou técnicas aplicadas na área da Manutenção. Tem como finalidade, indicar as condições reais de funcionamento das máquinas e equipamentos com base em dados que informam o seu desgaste ou processo de degradação.

Visto então que a proposta da Manutenção Preditiva é fazer o monitoramento regular das condições mecânicas, eletrônicas, pneumáticas, hidráulicas e elétricas de máquinas, equipamentos e instalações e, ainda, monitorar o rendimento operacional quanto a seus processos.

Qual o resultado esperado com esse monitoramento?

Como resultado desse monitoramento, espera-se uma maior assertividade nas intervenções de manutenção realmente necessárias e no tempo certo.

Com isso observa-se um aumento dos intervalos dos reparos por quebras (Manutenção Corretiva) e dos reparos programados (Manutenção Preventiva). Isso reflete também num aumento de rendimento no processo produtivo, uma vez que máquinas, equipamentos e instalações estarão disponíveis por um tempo maior para a operação.

Portanto trata-se de uma modalidade de Manutenção que prediz o tempo de vida útil dos componentes das máquinas e equipamentos e as condições para que esse tempo de vida seja bem aproveitado.

Formas de monitoramento

Na utilização das técnicas preditivas obtêm-se uma avaliação do estado de máquinas e equipamentos que se dá através da medição, acompanhamento ou monitoração de diversos tipos de parâmetros. Basicamente esse monitoramento ou acompanhamento pode ser feito de três formas:

Monitoração subjetiva

Esse tipo de monitoração subjetiva, também chamada de inspeção, são atividades executadas normalmente pelo pessoal da Manutenção no intuito de acompanhar o estado de alguns itens de máquinas e equipamentos. Nesse tipo de inspeções são utilizados os cinco sentidos humanos para detectar alguma anormalidade.

Podemos citar o exemplo de um manutentor ouvir um ruído estranho numa bomba de vácuo ou de sentir um aquecimento elevado ou vibração excessiva em algum redutor ou transmissão com mancais, são alguns exemplos.

A confiabilidade nesse tipo de inspeção da condição desses itens logicamente vai depender e muito do nível de experiência dos profissionais que farão isso.

Monitoração objetiva periódica

Já a monitoração ou acompanhamento objetivo periódico, ou seja, com periodicidade pré-determinada, é executado por meio de instrumentos ou métodos específicos.

A sua objetividade é evidenciada na utilização de medições dos itens ou pontos desejados e que são comparadas por alguns valores pré-determinados como parâmetro.

Normalmente esse tipo de trabalho é executado por pessoas qualificadas e treinadas para cada tipo de técnica preditiva utilizada. Isso para que seja garantido o uso de aparelhos e instrumentos aferidos e calibrados e ao mesmo tempo, que seja feito o correto diagnóstico dos dados coletados.

Monitoração objetiva contínua

A monitoração objetiva contínua, que é também um acompanhamento objetivo periódico, tem sua diferenciação exatamente pelos termos periódico e contínuo. Ou seja, um é executado em períodos pré-determinados e o outro é executado continuamente.

Essa decisão pela monitoração contínua se dá pela criticidade de máquinas e equipamentos por serem considerados muito importantes para o processo ou de alto risco.

A monitoração contínua normalmente vem associada a dispositivos que, caso necessário e conforme parâmetros atuam como forma de proteção.

Inicialmente disparam um alarme e num segundo momento podem gerar uma parada ou desligamento da máquina ou equipamento que está sendo monitorado.

Conclusão

As técnicas preditivas têm demonstrado ao longo dos tempos serem um grande aliado na disponibilidade de máquinas e equipamentos. Além de predizer acontecimentos de falhas e com isso possibilitar a programação de intervenções localizadas, ajuda e muito na diminuição dos Custos de Manutenção.

Isso porque evita que se faça intervenções de Preventiva em itens que teriam mais durabilidade. Também podemos considerar os casos de certos problemas pontuais que são detectados via essas técnicas preditivas que poderiam gerar corretivas. Por isso a estratégia de Manutenção quando adota a Preventiva e a Preditiva, os resultados são muito mais eficazes.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *