Procedimento de lubrificação

Luis Cyrino
28 set 2016
6
6347

Procedimento de lubrificação

O que é procedimento?

Procedimento é um documento no qual se descreve uma maneira correta de agir, traz consigo uma sequência de ações ou instruções a serem seguidas para resolver um problema ou efetuar uma atividade ou tarefa.

Um procedimento pode ser de ordem interna das empresas, onde tais documentos procuram estabelecer um padrão de trabalho que satisfaça as necessidades em geral ou mesmo de ordem legal.

São procedimentos de certas atividades que devem ser feitas conforme manda o documento para satisfazer algumas condições de caráter legal como normas de segurança por exemplo.

Procedimento de lubrificação

É importante elaborar um procedimento de lubrificação pois trata-se de uma função extremamente importante e essencial dentro das atividades da área de manutenção.

É uma função que precisa ser executada periodicamente e de forma correta, por isso esse documento estabelece um padrão para garantir a eficiência dessas atividades.

O que deve conter nesse procedimento?

Nesse documento devemos colocar informações relevantes para o cumprimento da atividade, são vários níveis de informações que listamos a seguir:

  1. Objetivo – aqui você descreve as intenções de se fazer esse procedimento, áreas ou máquinas que serão cobertas.
  1. Definições – aqui são descritos os significados de algumas nomenclaturas usadas no procedimento como: PCM (planejamento e controle da manutenção), OS (ordem de serviço), Rota (Documento que especifica o equipamento, ponto, frequência, descrição da atividade) entre outros.
  1. Responsabilidades – aqui deve ser especificado a responsabilidade de cada um que faz parte de todo o processo de lubrificação como:

Gestor / Supervisor: aprovação do calendário e das rotas de lubrificação, aquisição de materiais que possibilite a correta execução da atividade, etc.

PCM: gerar as rotas de lubrificação, programar, entregar as fichas para execução, controlar a execução das atividades, etc.

Lubrificador: executar as rotas de lubrificação de acordo com o cronograma, manter as atividades, materiais e local de trabalho em ordem, etc.

Produção: disponibilizar máquinas e equipamentos para a execução das atividades de lubrificação, colaborar com informações relevantes, etc.

  1. Descrição – Aqui se faz a descrição sumária de todas as atividades para cumprimento da atividade de lubrificação. Fazer isso de forma de um passo a passo a garantir que o profissional que irá executar a atividade não tenha dúvidas.

Pode ser inserido também nesse procedimento um fluxograma, um cronograma, o modelo da rota de lubrificação ou qualquer informação que seja relevante para conhecimento do profissional que executará a lubrificação.

Conclusão

Devemos destacar que um procedimento é para o devido conhecimento de quem executa certas tarefas e precisa que seja registrado pela gestão que o profissional leu, tem uma cópia e entendeu as suas responsabilidades.

Isso é uma forma de garantir que todos os profissionais envolvidos tenham conhecimento de um procedimento de trabalho que tem como maior objetivo, padronizar o como é feito certas atividades e obter com isso as melhores práticas.

Os lubrificantes com certeza são muito importantes no contexto da manutenção industrial e com temas bem diversos que precisam de algum entendimento.

Então você meu caro leitor pode entender um pouco mais sobre o tema no link abaixo onde falamos sobre os aditivos e sua finalidade nos lubrificantes em geral.

Lubrificantes e seus aditivos

Comentários

6 respostas para “Procedimento de lubrificação”

  1. Marcelo R. Rossatto disse:

    Ótima Matéria, informações que ajudam muito os profissionais da área, gostei muito.

  2. Max Wellington de Oliveira disse:

    Muito boa esta matéria com um bom planejamento de manutenção evitamos desgaste de equipamentos precoce e trabalho humano

  3. Marcos Alves disse:

    Muito bom o material.

  4. Cleiton disse:

    Como sempre falou um grande professor na faculdade. 95% das causas de falhas corretivas em equipamentos são provenientes de limpeza e lubrificação deficientes ou inexistentes.

    • Luis Cyrino disse:

      Verdade Cleiton, essa premissa de limpeza e lubrificação sendo responsáveis pela maior parte dos defeitos são base da metodologia TPM na integração dos pilares da Manutenção autônoma e planejada.

  5. Jose Marcos disse:

    ótima ideia,vamos implantar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *