Transporte de cargas

Luis Cyrino
19 mar 2021
2
973

Transporte de cargas

Transporte de cargas é o que movimenta todos os setores da economia global, parte essencial para que tudo funcione. Qualquer produto físico que possamos imaginar em algum momento vai precisar de transporte.

E para isso contamos com vários modelos de transporte como o rodoviário, aeroviário, ferroviário, hidroviário e dutoviário. O mais comum no Brasil é o modal rodoviário com mais de 60% de utilização no transporte de cargas.

Tipos de cargas

E para entender melhor o transporte de cargas é preciso conhecer os mais variados tipos de cargas e suas necessidades específicas de transporte.

Nesse caso vamos focar no transporte rodoviário para mais a frente falarmos sobre a manutenção envolvida nesses tipos de cargas de transporte.

Voltando ao tema, com certeza para cada tipo de carga é necessário algum tipo específico de transporte e suas particularidades. Hoje os mais comuns que temos (6 tipos) são denominadas como:

  1. Cargas frigoríficas

São aqueles produtos que requerem uma temperatura controlada para o seu devido transporte. São produtos que podem ser divididos em duas categorias, perecíveis e congelados.

Aqui podemos citar como exemplos a carne pré processada, produtos lácteos, vegetais como verduras, legumes e frutas, alguns tipos de medicamentos e os congelados.

Entendendo que para cada tipo de produto tem a temperatura adequada para o seu transporte que variam em torno de +10ºC à -20ºC.

  1. Cargas a granel

A Carga a granel é a mercadoria transportada normalmente sem embalagem e em grandes quantidades. Granel se refere ao material que são classificados em dois tipos, materiais em estado líquido ou sólido.

Materiais a granel líquido com água potável, leite, óleo vegetal, sucos, entre outros. E materiais sólidos como grãos alimentícios em geral (soja, milho, feijão) e outros como os minerais (ferro, bauxita, carvão).

  1. Cargas secas

Cargas secas são todos os produtos classificados como não perecíveis, portanto, não tem nenhum risco de estragar (para o consumo) durante o transporte.

Isso independente das condições climáticas e podendo ser transportado em qualquer horário. Em geral oferecem poucos riscos ou danos em caso de sinistros ocasionados por fatores externos.

São muitos os produtos que se enquadram nessa categoria como tubulações de ferro e PVC, madeiras em geral, materiais de construção, móveis, etc.

  1. Cargas vivas

Cargas vivas são relacionadas tecnicamente aos animais vivos, muito comum nas rodovias brasileiras. Com certeza é um tipo de transporte com uma carga extremamente delicada e que requer alguns cuidados.

Um dos principais cuidados é assegurar uma divisão homogênea dos animais quanto ao espaço disponível para a carga. Esse cuidado é quando se trata de gado, aves e suínos, no caso de peixes os cuidados principais é quanto a oxigenação e temperatura da água.

  1. Cargas indivisíveis

Cargas indivisíveis são aquelas que fogem ao padrão de normalidade quanto as suas dimensões e peso. São indivisíveis porque não tem como fragmentar a carga, é um item único e que precisa de um tipo de transporte e condições especiais.

São itens que requerem cuidados especiais quanto ao carregamento, transporte e descarregamento. Exemplos de cargas indivisíveis são algumas máquinas agrícolas, guindastes, caldeiras em geral, transformadores, etc.

  1. Cargas perigosas

Cargas perigosas são quaisquer cargas que possam representar riscos à saúde dos trabalhadores, riscos de danificar instalações físicas e contaminação ao meio ambiente.

São exemplos de cargas explosivas, como os gases comprimidos ou liquefeitos, cargas inflamáveis, cargas poluentes, entre outras. Requerem de transporte em containers ou tanques especiais baseado em várias normas, para cada tipo de produto.

Manutenção no setor de transportes de cargas

É inegável que o volume do transporte de produtos em geral vem de uma alta constante nos últimos anos. Ainda mais com o alto crescimento das atividades do segmento do Agronegócio.

Esse setor foi responsável por 26,6% do PIB brasileiro em 2020 diante de uma participação de 20,5% em 2019. Toda essa alta exige mais e mais movimentações de carga, principalmente via terrestre e considerando todos os segmentos de negócios.

E isso requer também muito mais manutenção envolvida em todos os tipos de máquinas, equipamentos e veículos em geral (frotas).

Para cada tipo de transporte de carga, uma Manutenção específica

Sem generalizar demais, a manutenção tem muitas coisas em comum com os tipos de transportes de cargas. Mas com certeza, para cada tipo, podemos encontrar alguma coisa específica e necessária para atender a demanda de manutenção. Vejamos alguns exemplos:

Transporte cargas frigoríficas

Como vimos em outro artigo no blog sobre “Indústria frigorífica”, a questão primordial sobre a manutenção da temperatura com variações mínimas é carro chefe para esse tipo de equipamento.

Ou seja, variações de temperaturas não programadas para determinados produtos podem levar a perda total ou parcial da carga.

Então nesses casos, a Manutenção precisa ter planos preventivos e inspeções periódicas seguidas à risca. E mais que isso, precisa contar com profissionais especializados em refrigeração para compor sua equipe.

Transporte cargas a granel

Quando se trata de transporte de cargas a granel, podemos distinguir as necessidades específicas da Manutenção no caso de transporte de líquidos. Nesse caso precisamos nos atentar para as normas e recomendações quanto aos tanques de armazenamento para esses produtos.

Neste caso a Manutenção deve se atentar principalmente à estanqueidade dos tanques. As soldas devem assegurar essa estanqueidade, ser isentas de rebarbas, fissuras e incrustações.

Cuidar também para outros itens importantes como bombas sanitárias (caso do leite), válvulas, tubos, conexões e mangueiras utilizadas no processo de carregamento e descarregamento do produto.

Transporte cargas vivas

Quando se trata desse tipo de transporte de carga, a única diferença significativa está no transporte de peixes. Os cuidados básicos de manutenção seriam quanto a inspeção/instalação do material isolante térmico utilizado e que depende muito da região e época do ano.

E garantir a eficiência do sistema de aeração/injeção de oxigênio no tanque para evitar problemas durante o transporte.

Transporte cargas indivisíveis

Nesses casos quando do transporte de cargas de grandes dimensões e alto peso são necessários vários equipamentos especiais.

Em muitos casos a utilização de guindastes de porte e capacidade de içamento elevado, super carretas e outros equipamentos. Portanto esses equipamentos para içamento e carretas de transporte devem estar com sua manutenção extremamente em dia.

Transporte cargas perigosas

Eis aqui um tipo de transporte que requer todo o cumprimento de normas específicas para cada tipo de produto a ser transportado. São várias normas que trazem a importância de seguir as muitas determinações a serem obedecidas.

Determinações desde a construção dos tanques de armazenamento e transporte, matérias a serem utilizados, formas de manuseio e vestimentas especiais, etc.

Quanto a manutenção que envolve esse meio de transporte, temos uma imensa variedade de atividades diferenciadas. E muitas delas onde são necessários pessoal especializado, materiais e itens específicos.

Conclusão

Fica claro diante do exposto que a Manutenção em geral tem um papel significativo para que o transporte de cargas funcione sem maiores riscos. De uma forma bem genérica e sem o devido aprofundamento, trouxemos algumas situações de necessidades diferenciadas da Manutenção para alguns tipos de carga.

Seriam necessários muitos artigos para esclarecer todo o envolvimento, necessidades e atuação da Manutenção nesses casos. O que temos ciência é que o transporte de cargas rodoviário no qual estamos falando, tem suas premissas básicas de Manutenção.

E que já falamos aqui no blog em artigos específicos na guia “Gestão de frota”, confira lá. Fica aqui um gatilho sobre o tema para que possamos entender cada vez mais e melhor as necessidades específicas da Manutenção para cada situação.

É isso que faz da Manutenção um setor extremamente diversificado quanto as qualificações e especializações necessárias para o correto exercício da função.

Com certeza temos muito a comentar sobre o tema, então deixe aqui o seu comentário. Sua opinião e, principalmente se você da Manutenção faz parte desse segmento que envolve o transporte de cargas.

Comentários

2 respostas para “Transporte de cargas”

  1. Um artigo muito completo e interessante. A utilização de um sotware é muito importante para optimizar as rotas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *