Estratégia da Manutenção na Agroindústria

Luis Cyrino
15 out 2017
2
1403

Estratégia da Manutenção na Agroindústria

Estratégia da Manutenção na Agroindústria – O sistema agroindustrial via de regra, tem uma natureza do uso intenso dos seus recursos de ativos. Com isso se torna extremamente sensível à disponibilidade dos mesmos. Se essa característica não for adequadamente gerenciada, tem como consequência uma perda brusca de produtividade.

Para entender melhor o nível de comprometimento desses ativos, temos que visualizar esse sistema agroindustrial de forma diferenciada. Ou seja, a agroindústria pode ser entendida como um sistema composto por três macro segmentos distintos (Batalha, 1999).

O primeiro é o macro segmento rural, compreende as atividades agropecuárias, o segundo macro segmento é o de produção industrial e o terceiro macro segmento é o de comercialização, que incorpora as atividades atacadistas e varejistas.

Baseado nisso, as estratégias de Manutenção da agroindústria devem começar pela identificação das peculiaridades de cada segmento envolvido no processo. Isso para que as suas características sirvam para estabelecer as exigências em termos de planejamento e controle da Manutenção de suas atividades.

Consequências do trabalho intenso dos ativos

Podemos entender que cada vez mais a maioria das empresas do agronegócio estão buscando aumentar o processamento de matérias-primas em suas áreas de produção. Com isso elevando consideravelmente a utilização de suas máquinas e equipamentos, mas até que ponto isso está sendo feito de forma sustentável e consciente?

Afinal, trabalhando com essas máquinas e equipamentos intensamente sem se preocupar com a manutenção, ou seja, até quebrar ou falhar pode fornecer resultados de curto prazo. Mas com certeza pode acabar comprometendo a eficiência operacional como um todo devido ao desgaste excessivo desses ativos.

Com certeza a manutenção adequada dos ativos na agroindústria pode ser considerada uma estratégia de custo significativo para torna-la mais competitiva. Isso se compararmos à proporção significativa dos custos operacionais totais que isso representa para o agronegócio, mas compensa com certeza.

Situação econômica sempre influencia

Em tempos de economia em alta, uma forte abordagem das estratégias de Manutenção é vital para alcançar alta produção e baixo custo, maximizando assim a margem dos lucros.

Enquanto isso, quando a economia está em baixa essa necessidade de abordagem pode se tornar mais evidente, pois as empresas com recursos maiores, sentem uma grande pressão para reduzir seus custos, principalmente os operacionais.

Com base nessas variações e outras como sazonalidade, clima entre outras, a agroindústria pode melhorar ainda mais seu desempenho operacional, tomando como base uma abordagem mais estratégica para a Manutenção dos seus ativos. Isso exige uma visão mais ampla da confiabilidade e desempenho dos ativos que abrange toda a empresa para desenvolver uma estratégia de Manutenção mais eficaz.

Além disso se faz necessário aprimorar e planejar seus processos de execução de trabalho suportados por pessoal qualificado e fazer uso de tecnologias capazes. Com essa abordagem, a Agroindústria pode gerar ainda uma maior produtividade com ativos de alto desempenho.

Estratégia da Manutenção na Agroindústria

Acredito que como em outros setores industriais, o setor do agronegócio tinha a área da Manutenção como uma baixa prioridade, apenas uma das funções de suas operações.

Muitas dessas empresas tiveram estratégias simples ou digamos, ineficazes que não lhes permitiram priorizar sua Manutenção com base na criticidade de suas máquinas e equipamentos.

A abordagem reativa, ou seja, com base na Manutenção Corretiva, pode levar a um estado permanente de “combate a incêndios” ao invés de uma cultura de planejamento preventivo.

Da mesma forma, em muitas empresas, o problema pode residir na sua gestão que pode não estar comprometida com a excelência na Manutenção de ativos. Isso com certeza, impede que os resultados sejam sustentados ao longo do tempo.

A manutenção de ativos pode representar desafios significativos para o setor da agroindústria, mas também oferecer oportunidades atraentes. Só com um alto desempenho e contando apenas com uma Manutenção reativa sabemos que não se pode superar os concorrentes.

Conclusão

O fato é que seja em momentos bons ou ruins, a agroindústria de alto desempenho é aquela que aborda uma estratégia de manutenção de forma organizada, adotando uma mentalidade holística e proativa para obter o melhor desempenho dos seus ativos.

É preciso reconhecer que a escolha certa das estratégias da Manutenção dos ativos tem um impacto na linha de produção. Com isso diminuindo os custos operacionais, como também podendo gerar crescimento sustentável com maior confiabilidade e disponibilidade de seus ativos.

 

Fonte:

www.accenture.com

www.abepro.org.br

Comentários

2 respostas para “Estratégia da Manutenção na Agroindústria”

  1. Vítor Hugo disse:

    Excelente publicação Luis, é muito bom ver que sua alta qualidade em publicações voltadas a manutenção industrial agora também está voltada para a manutenção de frotas.
    Que é tão grande, porém está muitos anos atrasada com relação a literatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *