Manutenção de frota, interna ou externa?

Luis Cyrino
11 dez 2017
0
293

Manutenção de frota, interna ou externa

Manutenção de frota interna ou externa, o que você me diz? Acredito que muitas das grandes empresas do ramo de frotas ou que necessitam de frotas como no ramo do agronegócio, construção civil e mineração por exemplo, tem trabalhado com sua área de Manutenção interna.

Muitas outras preferem por alguma razão terceirizar a manutenção da sua frota. Não tenho uma visão clara para entender quem está com a melhor estratégia, uma coisa é certa, o gerenciamento dessa manutenção é bem distinta entre uma e outra. O fato é entender qual seria a melhor estratégia da Manutenção em si, seja ela interna ou externa.

Manutenção externa

Quando da terceirização da Manutenção, é exigido uma maior dedicação da equipe da empresa contratante para o gerenciamento dos serviços prestados de manutenção. Isso é necessário porque os provedores de manutenção de terceiros visam a prestação do serviço e podem ter prioridades que não incluem a redução de custo do ciclo de vida dos ativos da frota.

Diante deste cenário, podemos dizer que os serviços de reparação prestados por fornecedores terceirizados podem ou não constituírem o gerenciamento total de uma frota.

Os funcionários designados pelo operador (contratante) da frota para gerenciar a Manutenção de terceiros raramente possuem fortes habilidades de gerenciamento de Manutenção e precisam de orientação para serem bem-sucedidos.

Eles se tornam essencialmente um gerente de Manutenção sem o benefício de habilidades técnicas, treinamento ou uma equipe dedicada internamente. Acredito que existem muitas opiniões diferentes sobre as melhores práticas na gestão da Manutenção de frota quando o assunto é Terceirizar ou não essa atividade.

Manutenção interna

Nesta situação onde a manutenção da frota conta com equipe interna, vai exigir a mesma dedicação da gestão empresa para o gerenciamento dos serviços prestados.

Da mesma forma que na indústria em geral, a equipe interna pode ter uma vantagem em relação a equipes externas. Isso por conta da gestão efetiva sobre os colaboradores, coisa que não acontece com terceiros que contam com gestão própria.

Essa vantagem pode ser evidenciada porque os provedores de manutenção de terceiros visam exclusivamente a prestação do serviço a qual foram contratados. E por esse motivo podem ter prioridades que não incluem outras necessidades como a redução de custo do ciclo de vida dos ativos da frota.

Fatores que podem definir a melhor opção

Na gestão de manutenção de frota podemos ter situações ou fatores que definem bem certas estratégias que devem ser escolhidas ou preferidas, neste caso, manutenção interna ou externa. Acredito que essa definição fará toda diferença entre ter ou não uma boa gestão da Manutenção de uma frota.

Fatores que podem definir na minha visão seriam:

Tipo de frota:

Posso estar equivocado, mas acredito que só o fato de entender o tipo de frota já me diz muita coisa sobre a manutenção. Uma frota de mineração por exemplo, tem sua frota bem diversificada com caminhões “off Road”, retroescavadeiras, tratores de esteira, entre outros.

São tipos de manutenção que requer boa especialização e sua localidade também está normalmente fora de grandes centros. Só esses fatores a meu ver já complicam e muito optar pela manutenção externa.

Estratégia de manutenção:

Qual tipo de estratégia será utilizado na conservação e disponibilidade da frota? Somente corretiva ou teremos também um plano de manutenção que contemple as preventivas e algumas ações de preditiva? Essa definição de estratégia pode mostrar a melhor opção entre uma manutenção interna ou externa.

Histórico da frota:

Com a necessidade iminente de manter um histórico de uma frota é necessário a formação de um banco de dados. Saber o histórico de cada ativo, sua origem, tipos de intervenções que já ocorreram, carga de trabalho, entre outras informações, vai esclarecer quais são suas necessidades de manutenção.

Esse tipo de histórico é fundamental, seria a sua carteira de acompanhamento durante a sua vida útil. Isso também acredito que ajuda em decidir sobre o tipo de intervenção e gestão que você quer para a sua frota.

Sobressalentes:

Se você vai contar com uma manutenção interna ou externa, como serão tratados os itens necessários para a manutenção dessa frota? Peças, lubrificantes, pneus entre outros ficarão sob a responsabilidade da empresa ou da sua terceirizada, caso a manutenção seja externa? E o controle sobre esses itens e serviços necessários, também é algo que precisa ser definido entre um e outro.

Controle dos custos:

Na hora do fechamento de todas as despesas e dos gastos com manutenção tem significativa diferença de tratamento se sua manutenção é externa ou interna. Esse tipo de situação pode ou não resultar numa dificuldade ou falta de controle dos custos da manutenção da frota.

Conclusão

Como comentado no início desta matéria, não tenho um entendimento convicto de qual a melhor estratégia, se manutenção de frota interna ou externa. Por convicções e maior experiência na área industrial, acredito que a manutenção interna tem as suas vantagens.

Mas também acredito que optar pela manutenção externa pode ter as suas vantagens também. O certo é que a manutenção de frota deve ter uma gestão sempre com foco nas melhores estratégias, buscando sempre a confiabilidade e disponibilidade dos ativos.

Nós do Manutenção em foco podemos contribuir para o fortalecimento da sua gestão de manutenção da sua frota. Temos treinamentos diversos que podem ajudar a gestão da Manutenção a obter melhores resultados. Confira no link abaixo os diversos tipos de treinamentos que disponibilizamos e outros serviços.

 

Serviços

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *