Matriz GUT na Manutenção

Luis Cyrino
9 out 2017
0
2496

Matriz GUT (Gravidade – Urgência – Tendência)

Matriz GUT (sigla para resumir as palavras Gravidade, Urgência e Tendência), é uma ferramenta ou método muito utilizado pelas empresas em geral para priorizar os problemas que devem ser resolvidos pela gestão.

Também pode-se usar a matriz GUT para avaliar a prioridade de certas atividades quanto a sua realização ou desenvolvimento. A matriz GUT é normalmente utilizada na solução de problemas, estratégias, desenvolvimento de projetos e na tomada de decisões.

A matriz GUT é uma alternativa para a priorização das ações à serem tomadas na gestão de problemas. Muitas vezes temos o entendimento que uma decisão é algo compartilhado e que não depende somente de uma pessoa, por isso em certos momentos essa decisão pode torna-se mais válida com esta abordagem quando realizada em grupo.

Origem da Matriz GUT

Esse método foi desenvolvido nos anos 1960 pelos americanos Charles Kepner e Benjamin Tregoe. Essa metodologia estabelece parâmetros mais objetivos para analisar problemas mais complexos de empresas e definir prioridades.

Como funciona?

A matriz GUT classifica problemas de acordo com sua gravidade (G), urgência (U) de solução e tendência (T) de crescimento. Na elaboração da matriz, devemos montar uma tabela cruzando os problemas e os fatores gravidade, urgência e tendência, atribuindo valores de 1 a 5.

Ao multiplicar esses valores, teremos os resultados dos itens elencados, com isso se descobre as prioridades entre as questões levantadas.

A regra diz que a prioridade se dá do maior valor resultante para o menor. Ou seja, os itens de maior valor são os mais graves, mais urgentes e com maior tendência de piorar mais rapidamente.

Periard (2011) faz a seguinte classificação do GUT:

Gravidade:

Diz quanto o peso da dificuldade analisada caso ela venha a ocorrer. Analisa-se diante certas características, tais: tarefas, pessoas, resultados, processos, organizações etc. estudando os resultados a médio e longo prazo, se antes não for solucionado;

Urgência:

A quantidade de tempo que se tem ou necessita para resolução da tarefa. Se grande a urgência, menor é o tempo disponível para sanar tal problema. Recomenda-se o questionamento: “A solução desta causa pode aguardar ou necessita ser feita de imediato? ”;

Tendência:

Refere-se à possibilidade de aumento do problema, a circunstância da questão crescer ao decorrer do tempo. É recomendado questionar: “Caso não solucione tal problema logo, o mesmo piorará aos poucos ou bruscamente? ”.

Veja no quadro abaixo os valores atribuídos para os quesitos “Gravidade, Urgência e Tendência, segundo Periard (2011).

Uma vez elencado as necessidades e atribuído os valores de cada uma delas de acordo com a matriz, obtém-se o resultado com os valores sendo multiplicados um pelo outro (G x U x T). Com os resultados em mãos é hora de criar um ranking dos itens elencados, de forma que o de maior valor será classificado em primeiro lugar na lista de prioridades a serem solucionadas ou executadas.

Com essa lista de prioridades dos problemas ou necessidades da empresa concluídas, faz-se a elaboração da análise dessas necessidades prioritárias e de seus planos de ação que visem solucionar ou diminuir os problemas.

Matriz GUT na Manutenção

Esse método é muito útil na área de Manutenção, mais precisamente pelo PCM na priorização de atividades referentes, principalmente aos problemas em máquinas e equipamentos.

Também segundo Helmann (2008), destaca que esta ferramenta pode ser adaptada na avaliação de Criticidade de máquinas e equipamentos, considerando:

Gravidade:

Fator que está relacionado aos efeitos possíveis de surgirem no médio e/ou longo prazo no caso da ocorrência de uma falha e o seu impacto sobre o processo, colaboradores e resultados;

Urgência:

A qual está relacionada diretamente ao tempo disponível para solução da falha;

Tendência:

Que é relacionada à possibilidade de um problema agravar-se.

Conclusão

Como podemos ver nesta matéria, a matriz GUT é uma ótima ferramenta no auxílio do dia a dia da Manutenção. Tanto na priorização de atividades essenciais como também no auxílio da criticidade de máquinas e equipamentos.

A matriz GUT na Manutenção contribui para a tomada de decisão estratégica onde sua utilização pode facilitar a alocação de recursos nos problemas mais graves que podem trazer maiores prejuízos aos ativos.

É uma ferramenta que pode ser utilizada como uma aliada à outras ferramentas como o diagrama de Pareto, diagrama de Causa e Efeito (Ishikawa) ou do ciclo PDCA.

Fonte:

www.sobreadministracao.com/matriz-gut-guia-completo

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *