Plano de Lubrificação – recomendações

Luis Cyrino
31 jan 2016
12
9507

Plano de Lubrificação – Recomendações

Plano de lubrificação – Na matéria anterior descrevemos as fases para executar o planejamento da lubrificação de máquinas e equipamentos mas com certeza podemos afirmar que esse plano vai além das fases já descritas e vamos falar sobre elas nessa matéria.

Recomendações 

Um sistema de lubrificação planejado atinge seus propósitos se os profissionais nela envolvidos cumprirem todas as fases desse planejamento.

No que tange à execução, para que esses profissionais atuem adequadamente, algumas recomendações são necessárias, conforme descrito a seguir.

O profissional de lubrificação deve sempre:

Usar recipientes adequados;

Usar o lubrificante recomendado pela ficha de lubrificação;

Usar a quantidade certa de lubrificante;

Limpar as áreas a serem lubrificadas;

Localizar todos os pontos de aplicação antes de iniciar o serviço;

Parar o equipamento antes de iniciar a lubrificação;

Drenar totalmente os reservatórios nas ocasiões de troca;

Utilizar panos que não desfiem para a limpeza.

O profissional de lubrificação nunca deve:

Usar estopas;

Misturar produtos de fabricantes e tipos diferentes;

Usar recipientes sujos;

Usar recipientes com resíduos de lubrificantes velhos;

Deixar de efetuar o serviço programado sem informar o acontecido;

Deixar de limpar os pontos a serem lubrificados;

Deixar de limpar os excessos nos pontos após a lubrificação;

Considerações gerais:

Durante a lubrificação, observe o seguinte:

Sempre limpar os bicos (Niples) ou áreas, antes e depois da lubrificação;

Verificar a ausência de oclusão de ar na pistola de lubrificação;

Verificar o tamanho e formato adequado para as buchas das pistolas de lubrificação e das prensas de óleo;

Lubrificar somente até sair graxa nova, não exagerar na lubrificação;

Eliminar a sujidade que possam aderir aos equipamentos utilizados;

Em caso de dúvida, entrar em contato com a Manutenção;

Relatar qualquer avaria encontrada ou causada na máquina.

Procedimento geral:

Sendo necessário, deslocar a máquina em impulsos até uma posição favorável a lubrificação e bloquear a mesma;

Realizar a lubrificação do ponto de lubrificação;

Retirar o excesso de lubrificante;

Reposicionar as proteções;

Se certificar que não deixou nada nos locais de lubrificação que não pertence as partes das máquinas;

Desbloquear a máquina.

Notas de Segurança

Para o posicionamento, desbloquear a máquina, e após o posicionamento, voltar a bloqueá-la imediatamente;

Bloquear a máquina nos pontos de risco ou nos casos onde é necessário abrir a proteção;

Realizar as atividades sempre munido de todos os equipamentos de segurança necessários;

Verificar se, ao final do trabalho, os dispositivos de proteção, de segurança e advertência se encontram montados e em estado operacional.

Nota: precisando elaborar um plano de lubrificação? Temos um Ebook com o passo a passo de forma simples e didática de como elaborar um, clique aqui em “Ebook de plano” e faça o download do material.

Conclusão

O tema sobre lubrificação além de importante, tem uma vasta gama de assuntos que podemos tratar e convido a você meu caro leitor a ver no link abaixo uma matéria onde falamos sobre a lubrificação do sistema centralizado, entenda como funciona e sua importância. Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante.

Sistema centralizado de lubrificação

Comentários

12 respostas para “Plano de Lubrificação – recomendações”

  1. Eloi Duarte disse:

    Muito bom o artigo publicado

  2. Sérgio Dantas disse:

    Os gestores dão pouca importância a lubrificação desconhecendo que é ela que aumenta o ciclo de vida dos componentes de uma maquina. São pequenos cuidados citados que fazem aumentar a disponibilidade operacional.

  3. Ailton disse:

    A lubrificação é vital para o bom desempenho de qualquer maquina que tenha partes móveis e atritantes, um bom parceiro para análise de óleo pode ajudar a montar um plano ideal para cada equipamento, sem contar a redução de custos que ela pode trazer, mostrando a necessidade de uma intervenção antes da quebra e possíveis prolongamentos nas trocas, outra ideia muito legal é a instalação de lubrificação em pontos de graxa automatizado, vai garantir que sempre tenha a porção necessária de graxa aumentando a vida útil de buchas, eixos rolamentos, etc.
    Fica aí a dica

  4. João Evangelista disse:

    A lubrificação adequada dos equipamento têm importância estratégica. Considero que o lubrificante é tão imprescindível para as máquinas, assim com o fluxo sanguinho para os órgão do corpo humano. Ambos são responsáveis pela manutenção do bom funcionamento.

  5. Márcio Jackson Machado disse:

    Ótimo artigo. Parabéns a equipe!

  6. Márcio Jackson Machado disse:

    Muito bom o artigo!
    As boas práticas estendem a vida dos equipamentos.
    A adoção de uma política de lubrificação adequada reduz os índices de parada dos equipamentos e os custos com sua manutenção, benefícios nem sempre observados pelos profissionais do setor!

  7. Walter Bastos disse:

    Luís,

    Este assunto é tão sério porém, infelizmente muitas plantas de manutenção ainda negligenciam essa atividade, por exemplo, na empresa que estou trabalhando ao assumir fui visitar o site onde estavam trabalhando as máquinas e detectei buchas e pinos das articulações de conchas de retroescavadeira, escavadeiras e pás carregadeiras bastante fadigados devido a falta de lubrificação, o desgaste foi tão acentuado nas escavadeiras e na pá carregadeira que tive que mandar providencialmente usinar as bases da concha, olha o prejuízo! Máquinas paradas sem faturar por causa de uma negligência que poderia ter sido evitado mas agora estabeleci uma rotina com periodicidade e isso não vai mais ocorrer. Fica o alerta a todos os colegas..
    Obrigado Luís pela atenção em compartilhar meu case e pela sua disposição de nos fornecer informação, afinal, quem tem informação tem poder de conhecimento.

    Abraços…

    • Luis Cyrino disse:

      Ótimas colocações Walter!!!
      O pessoal de manutenção não pode de maneira alguma negligenciar a lubrificação de máquinas e equipamentos. Lubrificação é um dos pilares de sustentabilidade da manutenção no quesito qualidade dos serviços e disponibilidade e confiabilidade do parque fabril.
      Essa premissa deve começar na gestão.

  8. Amei! Era o que eu procurava, muito obrigada

  9. Carlos Frederico disse:

    Você sabe quanto custa, em média, um plano de lubrificação?

    • Luis Cyrino disse:

      Carlos difícil responder a essa pergunta, o tempo para elaboração de um plano de manutenção ou de lubrificação depende muito do estágio em qual se encontra a empresa nesses quesitos, dados e informações disponíveis, quantidade de ativos que farão parte desse plano entre outros itens relevantes. O que varia no caso é que dependendo desses itens e outros mais é o tempo que se levará para fazer esse plano, tudo isso é avaliado para se poder chegar a um custo para sua elaboração. E tem outro detalhe, depende muito de quem fará isso para a empresa, esses custos podem variar e muito de um prestador para outro de serviços desse tipo. Nós do Manutenção em foco fazemos isso, se na sua empresa estão precisando desse serviço é só entrar em contato, temos um custo adequado e competitivo.

      Luis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *