Feedback e seu valor na Gestão de Pessoal

Luis Cyrino
14 abr 2015
1
3716

Feedback e seu valor na Gestão de Pessoal

Conceitos

Feedback é uma palavra inglesa que significa realimentar ou dar resposta a uma determinado pedido ou acontecimento. Seu significado é utilizado em teorias da Administração de Empresas, quando é dado um parecer sobre uma pessoa ou grupo de pessoas na realização de um trabalho com o intuito de avaliar o seu desempenho. É uma ação que revela os pontos positivos e negativos de conduta ou de um trabalho executado que visa buscar a melhoria do mesmo.

No processo de desenvolvimento da competência interpessoal o feedback é um importante recurso porque permite que nos vejamos como somos vistos pelos outros. É ainda, uma atividade executada com a finalidade de maximizar o desempenho de um indivíduo ou de um grupo.

Outro conceito de feedback pode envolver aspectos operacionais do desempenho tais como qualidade, quantidade, produtividade e processos de trabalho. Também podemos citar variáveis comportamentais, tratando das ações pessoais que podem estar dificultando ou facilitando o atendimento dos objetivos, por exemplo, resistência a mudanças, dificuldades de comunicação com o grupo ou ainda resistência à participação no trabalho.

Feedback ruim

Baseado em todos os conceitos já vistos podemos afirmar que normalmente se fala e se discute muito sobre o feedback ruim por motivos óbvios. É falar com alguém sobre coisas que fez e que não agradou, mal feitas, comportamento difícil, resistência incomum a obedecer e seguir regras e baixa produtividade. Enfim trata-se de uma pessoa que precisa ser lapidada em alguns ou às vezes em muitos aspectos, isso com certeza é uma tarefa que muitos julgam indigesta mas com certeza muito necessária.

E por isso não acontecer como deveria é que temos muitos problemas dentro das empresas. Os Gestores em geral não tem o preparo suficiente para lidar com o feedback ruim. É mais fácil agir de outras maneiras como dar broncas, fazer críticas sem ao menos respeitar o como fazer isso. Ou às vezes até ignorar a situação e criando assim um ambiente conturbado que afeta diretamente a todos a sua volta.

Feedback bom

Esse tipo de feedback com certeza é muito fácil de dar a alguém e pode parecer estranho, mas afirmo com muita convicção que também não é feito como deveria pelos Gestores em geral. E o motivo é muito simples, é aplicado seguindo a premissa de um frase que diz “você pode fazer muitas coisas certas, mas você será sempre lembrado por algo que fez de errado”, você já ouviu isso?

E essa falta do feedback bom é tão maléfica, pois não valoriza o que as pessoas fazem de bom. Esse tipo de Gestor não tem a menor noção do quanto isso pode motivar uma pessoa, um simples “você fez um ótimo trabalho” ou “parabéns pela sua iniciativa” ou “estou gostando do seu trabalho, continue assim”.

Qual o melhor perfil para a liderança?

Conclusão

Vamos praticar o feedback bom? Como sempre tenho dito, valorize mais o que as pessoas têm de bom, sua qualidades mesmo que sejam poucas. Procure trabalhar com afinco o que elas têm de dificuldades, esse com certeza é uma das funções do bom Gestor.

O que você achou dessa matéria, tem algo a acrescentar ou tem outra opinião?  Deixe seu comentário, sua opinião é muito importante para nós.

Um outro tema importante é a importância da Manutenção em momentos de crise, quer seja ela por motivos internos ou de mercado. Então o que esse setor poderia contribuir nessas horas? Vejam no link abaixo como pode ser feito isso, atitudes simples e bem objetivas.

Manutenção contribuindo na crise

Comentários

Uma resposta para “Feedback e seu valor na Gestão de Pessoal”

  1. Sirte disse:

    Olá Luis!
    Excelente tópico este de FEEDBACK. Parabéns pela iniciativa de trazer a tona este assunto.
    É importante também ressaltar e deixar claro para as pessoas e gestores que irão dar o feedback, seja ele, positivo ou negativo, qual o momento ideal para se fazer o mesmo. Já presenciei algumas conversas neste sentido sendo feitas com outras pessoas ouvindo além daquela que deveria ouvir e nos corredores de empresas gerando constrangimentos desnecessários. Este tipo de conversa deverá ser feito em particular e num ambiente adequado e propício para isso e sem que tenhamos interrupções. Como você disse, elogiar e falar bem das pessoas é sempre mais tranquilo e fácil mas, precisamos muitas vezes ter uma conversa não muito agradável e necessária com o colaborador, são os ossos do ofício. Abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *