Indicadores de lubrificação

Luis Cyrino
14 dez 2021
0
312

Indicadores de lubrificação

Indicadores ou KPIs, diferentes em seu conceito, são meios de poder acompanhar quantitativamente a eficiência do que se pretende medir. Para entender melhor as diferenças, antes de entrar no mérito deste artigo, confira no link abaixo essa diferença de conceitos.

Indicadores e KPIs

Na manutenção temos vários indicadores e KPIs e um que não se menciona muito são os atrelados à lubrificação. Lubrificação sabemos que é uma atividade extremamente importante e vital para a saúde de máquinas e equipamentos.

E como podemos saber que essa atividade tem cumprido com seu propósito de fato? Os resultados da Manutenção também estão, com certeza, vinculados às atividades de lubrificação.

E como podemos fazer esse vínculo? São através de alguns indicadores ligados à essa atividade que podemos fazer isso.

Indicadores da lubrificação

Podemos ter vários indicadores e KPIs que estejam de alguma forma inseridos dados da lubrificação como indicador de paradas(quebras), MTBF e MTTR.

O problema é que podemos ter indicadores com bons resultados no geral, mas e no individual? Se olharmos isoladamente cada tipo de intervenção e em cada ativo podemos ter surpresas. Por isso acredito ser importante estratificar os indicadores e KPIs, a visão pode ser bem outra.

Mas quais os indicadores específicos de lubrificação que podemos definir para fazer essa medição? A seguir vamos sugerir alguns tipos de indicadores que podemos usar para acompanhar efetivamente as atividades e resultados da lubrificação.

Despesas com lubrificação

Todo processo de gerenciamento da Manutenção tem por finalidade avaliar seus resultados, e um dos principais são as despesas mensais. O quanto foi gasto com peças, materiais diversos, energia elétrica, entre outros. E não menos importante temos os gastos com a lubrificação de máquinas e equipamentos.

Esse indicador é importante para avaliar se as despesas com a lubrificação estão dentro do previsto ou se existe uma oscilação importante. Vejamos um exemplo de resultado que pode mostrar que se faz necessário uma avaliação mais assertiva:

O setor de Manutenção tem uma previsão de despesas com lubrificação de R$ 50 mil mensais, mas num certo mês gastou R$ 65 mil. Podemos notar que o valor orçado é inferior ao valor real gasto no mês. Se gastou R$ 15 mil a mais do previsto e isso precisa ser investigado, qual a razão do acontecido?

O inverso também seria necessário uma análise, ou seja, tenho o valor orçado de R$ 50 mil e foi gasto R$40 mil nesse determinado mês.

Pequenas variações entre o orçado e o valor gasto real são aceitáveis, mas é preciso entender o quanto a mais ou a menos deixaria de ser aceitável. Por isso a importância desse indicador ser evidenciado em meio a todos as despesas da Manutenção.

Atendimento às Ordens de Serviço – OS

Sabemos que todas as atividades de manutenção devem ser originadas por meio de uma ordem de serviço. E para as atividades programadas de lubrificação não é diferente, todas as rotas diárias e outras atividades serão norteadas por meio da famosa OS.

Então nada mais importante que ter um indicador para acompanhamento diário dessas ordens de serviço. Exemplo: num determinado dia temos 5 OS para serem atendidas e foram realmente realizadas 4 delas.

Uma não foi realizada e precisamos saber porque e de uma maneira imediata. Nesse caso é importante para a gestão desse indicador, o quadro de gestão à vista onde os resultados da Manutenção são acompanhados diariamente.

Atividades de melhoria

Esse tipo de indicador acredito ser importante para evidenciar o quanto a manutenção enxerga pontos de melhorias. E não somente por parte dos responsáveis pela lubrificação, mas sim de todos os colaboradores da equipe. Isso faz parte da mentalidade da Melhoria contínua, buscar sempre melhorar métodos e processos.

De como fazer melhor suas atividades e melhorar o desempenho de máquinas e equipamentos. Portanto esse indicador pode ser único na Manutenção, mas destacado em qual segmento, exemplos: melhoria na lubrificação, elétrica, mecânica, instalações, etc.

Paradas por lubrificação / disponibilidade física

Aqui temos um indicador muito importante para evidenciar se temos paradas ou falhas por problemas de lubrificação. Sabemos que uma lubrificação inadequada, seja lá por qualquer motivo, causa sérios danos em máquinas e equipamentos.

As vezes temos uma parada ou falhas em determinada máquina que por falta de análise não se chega ao motivo raiz do problema. É extremamente importante evidenciar por meio de um indicador o quanto um ativo teve sua disponibilidade afetada por problemas de lubrificação.

E como destacado no item “Indicador de Melhoria”, esse indicador também pode ser único e destacando qual segmento, exemplos: parada por lubrificação, parte elétrica, mecânica, etc.

Conclusão

A lubrificação tem um peso enorme na disponibilidade física de um ativo, notadamente isso é parte essencial de seu funcionamento. Alguns dados sugerem que a lubrificação chega a ser responsável direta ou indiretamente por 70% das quebras de máquinas e equipamentos.

Portanto, temos que tratar a lubrificação não só como mais uma atividade de manutenção. Para isso temos que buscar a confiabilidade da lubrificação, e como faríamos isso?

Veja um artigo sobre como conseguir a Confiabilidade na lubrificação.

Toda forma de medir os resultados da Manutenção são viáveis e importantes para conseguir enxergar pontos de correções e/ou melhorias. Ter indicadores e KPIs para fazer uma gestão à vista é essencial, mas é preciso entender esses resultados.

Quanto maior for a estratificação dos itens medidos, mais rico serão as informações colhidas. E com isso teremos mais assertividade nas ações a serem geradas, melhorando sobremaneira os resultados da Manutenção.

O Manutenção em Foco pode ajudar sua empresa a conseguir isso, entre em contato conosco que temos uma solução adequada para o seu problema.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *